RCB/TuneIn
Segunda, 18 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
CONTRATO RESCINDIDO
Rádio Cova da Beira
A câmara municipal da Covilhã vai avançar para a rescisão do contrato com a empresa responsável pelas obras de construção do miradouro da Rua Marquês d´ Ávila e Bolama. Numa primeira fase a autarquia deliberou avançar com a cedência de posição contratual, mas a empresa não assumia a responsabilidade dos trabalhos já efectuados.
Por Nuno Miguel em 25 de Jul de 2014

Nesse sentido o presidente da câmara da Covilhã refere que vai ser cedida a posição contratual das obras do elevador do Jardim Público e do posto de turismo à entrada da cidade. Quanto ao miradouro, as últimas obras vão ser feitas por ajuste directo “uma vez que os trabalhos que faltam executar são de tão reduzida monta vamos fazê-los por ajuste directo sem necessidade de recorrer a um concurso público porque o empreiteiro a quem ia ser cedida a posição contratual não queria assumir a responsabilidade por toda a restante obra; o mesmo já não se passa em relação à obra do antigo posto de turismo uma vez que a obra está no início e o empreiteiro irá assumir toda a responsabilidade e o mesmo acontece em relação ao elevador do jardim uma vez que se trata duma outra empresa”.  

Vítor Pereira acredita que a opção agora seguida é a que mais rapidamente vai permitir concluir as obras. No caso do miradouro, o autarca espera que os trabalhos possam estar concluídos antes do final do mês de Agosto.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados