RCB/TuneIn
Quarta, 26 Fev 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PRODUÇÃO DE MELANCIA CRESCE 20%
Rádio Cova da Beira
Criada em 2010 para desenvolver o potencial agrícola de Idanha a Nova, a sociedade Hortas de Idanha tem crescido 20% ao ano. A melancia é o produto mais visível deste projecto que, no ano passado, colocou no mercado 1.500 toneladas de melancia. Este ano a expectativa é também de um aumento de 20%, com a introdução de uma nova variedade.
Por Paula Brito em 23 de Jul de 2014
 

 “É uma nova variedade que introduzimos devido às exigências do mercado que consome muita melancia preta. Como a nossa melancia tradicional é a riscada, fomos à procura de uma nova variedade que é a riscada mas em preto”, adianta à RCB Joaquim Soares, vereador na câmara municipal de Idanha a Nova.

Para além da melancia, o dióspiro é outra das apostas “no ano passado introduzimos pela primeira vez no mercado 10 toneladas de dióspiro, que tem uma grande tradição no nosso concelho e que foi agora retomada com a plantação de mais de 12 mil diospireiros, essas árvores só daqui a 3 anos é que irão ter fruto mas o objectivo é converter o pomar que já tem décadas no nosso concelho e lentamente ser substituído”.

No ano passado o projecto Hortas de Idanha ganhou um novo parceiro – a incubadora agrícola de base rural que é na opinião do autarca “uma mais-valia que vem confirmar a existência das Hortas de Idanha que envolve mais de 50 hectares no seu todo, e que com os 560 da herdade da Várzea poderá ser um grande projecto daqui a 10 anos”.

A autarquia de Idanha a Nova pretende aumentar a área de cultivo, para isso está a negociar com o governo a cedência da herdade da Ribeira do Freixo, onde o ministério da agricultura tinha um campo de experimentação.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados