RCB/TuneIn
Sexta, 28 Fev 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
VALORIZAR O PÊSSEGO AO NÍVEL DA CEREJA
Rádio Cova da Beira
Valorizar o pêssego, à semelhança do que acontece já com a cereja, é o objectivo do presidente da câmara da Covilhã. A ideia deixada por Vítor Pereira na conferência sobre o pêssego que decorreu no passado fim de semana no âmbito da festa do pêssego inserida na feira de S. Tiago.
Por Paula Brito em 22 de Jul de 2014

Paula Simões, investigadora e docente na ESACB elencou os pontos fortes da produção deste fruto: "Como pontos fortes temos as novas possibilidades em termos de regadio, temos novas plantações com introdução de cultivares com maior qualidade dos frutos, forte capacidade de aumento de produção, alargamento do período de cultivação e uma valorização do pêssego, ou seja, podemos investir em áreas de investigação que o transformem e valorizem".

A investigadora salientou ainda os pontos fracos da produção de pêssego na região: "Como pontos fracos, a baixa produtividade dos pomares sempre que a fertilidade dos solos é baixa, existe também o risco de geada e por outro lado temos ainda uma escassez de água, por último faltam-nos centros de experimentação que fundamentem e contribuam para a optimização das técnicas".

Para o futuro, o presidente da câmara da Covilhã, Vitor Pereira, refere a necessidade de dar importância à abordagem científica do pêssego assim como a criação de novas iniciativas, à semelhança do que tem sido feito com a cereja:"Melhoramento das actividades, pretendemos dar particular importância a abordagem científica das potencialidades do pêssego, organização de jornadas e investigações científicas, acompanhamento multimédia como forma de divulgar o ciclo de produção e pretendemos criar novas iniciativas e disseminar por todo o pais, a semelhança do que tem sido feito com a cereja".

Ideias retiradas do primeiro debate sobre o pêssego que decorreu durante a festa daquele fruto, no âmbito da Feira de São Tiago, na Covilhã.  

 

Notícia com Patrícia Gargaté 

 

 

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados