RCB/TuneIn
Sexta, 18 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
BE QUESTIONA MINISTRO
O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda entregou um requerimento ao governo, atrav?s do ministro do trabalho e da seguran?a social, sobre a situa??o da empresa Gil e Almeida, situada em Pinhos Mansos no Tortosendo.
Por César Duarte Ferreira em 13 de Apr de 2009
Esta força política acusa a administração da fábrica de pagar o salário aos trabalhadores em parcelas, divididas ao longo do mês, que muitas vezes são entregues em sacos plásticos ou em moedas, situação que segundo o requerimento é “incompreensível em pleno século XXI”

O Bloco de Esquerda denuncia que os trabalhadores desta confecção têm em atraso, os salários respeitantes “a metade do mês de Fevereiro, o mês de Março, seis dias do mês de Abril, os retroactivos, as horas extraordinárias e os trocos das parcelas dos ordenados.”

Devido a esta situação, oitenta e oito dos cem trabalhadores da fábrica já pediram a suspensão do contrato, uma vez que estão a produzir sem ser pagos, situação que segundo o BE, já levou o patrão “a avisar que não pagará o que deve aos trabalhadores que fizerem esta solicitação.”

Para além das questões económicas o Bloco de Esquerda adverte para as degradações físicas das instalações da fábrica.

No requerimento esta força política deixa três pergunta ao ministro do trabalho e segurança social: “Tem o ministério conhecimento da situação existente nesta empresa? Sabe se algum dos organismos inspectivos nomeadamente a ACT já fez alguma intervenção tendo emk vista o cumprimento das normas de higiene e segurança neste local de trabalho? Que medidas tenciona tomar, no sentido de impedir que mais uma falência aparentemente fraudulenta se venha a concretizar?”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados