RCB/TuneIn
Quarta, 17 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ALDEIA DO BISPO: AUTARCA ABDICA DE ABONO
Rádio Cova da Beira
Se for necessário, para que a escola do primeiro ciclo de Aldeia do Bispo (Penamacor) não encerre, o presidente da junta da união de freguesia de Aldeia do Bispo, Águas e Aldeia de João Pires abdica do abono que recebe pelo exercício das suas funções.
Por Paulo Pinheiro em 30 de Jun de 2014

Outras da categoria:

 "Se o Governo está assim tão carenciado, eu, José Aníbal Birra, abdico do meu abono, de 274.77 euros, para que a escola se mantenha aberta" acrescentando que neste caso "o Governo terá que me passar um documento para reduzir nos meus impostos", afirmou.

O autarca, que falava na sessão da assembleia municipal de Penamacor, avisou que se servirá  de todos os meios legais para impedir o encerramento da escola "que é ilegal", tais como uma providência cautelar, a mobilização da população e a comunicação social.

José Aníbal Birra rejeita também a ideia de que o encerramento da escola vai fazer poupar dinheiro ao Estado, bem pelo contrário

" Existem na escola duas crianças eficientes que precisam de acompanhamento e transporte especial, por isso não vão diminuir  a despesa, vão onerar a autarquia de Penamacor, que terá de assegurar os respectivos meios financeiros", o que de acordo com o presidente da CMP ronda os 70 mil euros por ano.

José Aníbal Birra discorda ainda da  justificação comunicada pela DREC ao município de Penamacor e que aponta para um acordo com o anterior executivo para a construção do Centro Escolar na vila e o encerramento das escolas do primeiro ciclo do concelho.

Sobre este acordo, o actual presidente da CMP recordou que na base do documento estava o encerramento de  escolas com dez alunos e não 21, como a tutela decidiu, alterando as regras a meio do processo.

De acordo com António Beites, a tutela informou o município de que a partir do próximo ano lectivo o compromisso teria que ser honrado e quem não aceitasse teria que devolver o financiamento do Centro Educativo "algo surreal", disse o chefe do executivo de Penamacor.

O presidente da câmara garantiu tudo ter feito no sentido de evitar o fecho da escola não compreendendo que o Governo queira encerrar uma escola com 36 crianças ( 23 da escola mais 13 do jardim-de-infância) quendo, noutras zonas, deixou que continuem a funcionar escolas com menos de dez alunos. 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados