RCB/TuneIn
Sexta, 22 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“LIDERANÇA E COMPROMISSO”
Rádio Cova da Beira
É este o mote da candidatura de Manuel Frexes à liderança da comissão política distrital do PSD, O acto eleitoral está marcado para o próximo dia cinco de Julho.
Por Nuno Miguel em 25 de Jun de 2014

Na apresentação pública da sua candidatura, Manuel Frexes assumiu como uma das principais bandeiras a criação uma agenda para o emprego com todos os municípios da região “hoje o desemprego deve ser a grande preocupação dos agentes políticos; é esse o combate essencial a ser travado e por isso tenciono, quando for eleito, propor um pacto a todos os autarcas e forças partidárias que queiram partilhar esta ideia que permita resolver um dos principais problemas do distrito; essa agenda deve ser em cooperação entre os nossos 11 concelhos e as agendas dos autarcas”.

Manuel Frexes propôs ainda a realização dum outro pacto, entre as diferentes cidades para a construção dum modelo de desenvolvimento económico e social “não podemos deixar de ter uma palavra a dizer no âmbito do novo quadro comunitário de apoio; temos a necessidade de encarar este financiamento de forma a potenciar a nossa região e é preciso que o distrito se mobilize e fale a uma só voz; também aqui faz sentido o repto que quero lançar de um pacto entre as diferentes cidades e forças politicas para construir um modelo de desenvolvimento económico e social de desenvolvimento integrado a que se faça corresponder uma estrutura orgânica e política ou seja uma comunidade intermunicipal; o distrito tem uma identidade a que deve corresponder uma CIM”.

O candidato garante ainda que garante que vai bater-se para que, nas próximas eleições legislativas “a representação do nosso distrito caiba a pessoas do distrito”. Ao mesmo tempo afirma que “particularmente magoa-me a perda lenta mas constante da influência autárquica; já fomos a força dominante no distrito mas estamos reduzidos a quatro câmaras municipais, a cerca de 20 vereadores além de 70 deputados municipais e a cerca de duas centenas de representantes nos executivos e assembleias de freguesia; não nos podemos conformar com estes resultados e devemos ter a ambição de voltar a ser a força mobilizadora do distrito”.

O antigo presidente da câmara do Fundão afirma que se candidata porque “deve existir sempre um espaço para a renovação, onde não podem ser sempre os mesmos a ocupar os mesmos lugares”. Manuel Frexes afirmou ainda que está orgulhoso do trabalho que realizou enquanto autarca e sublinha que “ninguém mais do que eu criou oportunidades para os jovens”.

Já quanto à existência de duas candidaturas encabeçadas por militantes da secção do Fundão e que entre 2001 e 2009 desempenharam funções como presidente e vice presidente da câmara municipal, Manuel Frexes afirma que se trata duma “situação normal no jogo democrático e que não me incomoda”.

A apresentação da lista vai decorrer dentro de uma semana mas é certo que José Farinha Nunes, presidente da câmara da Sertã, será o vice presidente do projecto encabeçado pelo antigo presidente da câmara do Fundão.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados