RCB/TuneIn
S√°bado, 19 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
A UNIÃO DE BARCO E COUTADA
Rádio Cova da Beira
Unir, por terra, as popula√ß√Ķes que a lei uniu no papel. √Č o objectivo de Lu√≠s Morais com a constru√ß√£o de um circuito pedonal, junto √† estrada, que una as freguesias de Barco e Coutada.
Por Paula Brito em 29 de Apr de 2014

“Já tinha sido iniciado, chegou praticamente à saída do Barco, agora é fazer um estudo para onde deve continuar, porque apesar de termos caminhos pela floresta devido à falta de segurança, as pessoa preferem ir pela estrada, por isso vamos tentar fazer um circuito mesmo junto à estrada”. Uma obra orçada em cerca de 30 mil euros e que o autarca pretende protocolar com a câmara da Covilhã.

 

Convidado do programa Prova dos Novos da RCB, o presidente da União de Barco e Coutada falou do estado financeiro em que foi encontrar as duas freguesias “na Coutada está tudo bem, no Barco havia uma dívida que já renegociei e espero liquidar até final do ano, é uma dívida de 15 mil euros referente ao pavilhão e que eu aceitei as explicações do anterior presidente que deixou mais de 12 mil euros na freguesia e decidiu não pagar a dívida para eu ficar com suporte financeiro para o trimestre, e eu tive que renegociar a dívida”. 

Apesar de bem dotada de infra estruturas, na nova freguesia escasseiam as pessoas. Com apenas 879 residentes o encerramento de uma das duas escolas de primeiro ciclo é inevitável “ a escola do Barco tem 5 crianças e a escola da Coutada tem, entre primeiro ciclo e pré primária, 24 crianças, isto é uma situação que nos ultrapassa e sobre a qual não podemos fazer nada”. 

A candidatura ao proder de dois projectos de limpeza de linhas de água na freguesia são outros dos projectos que o autarca pretende concretizar. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados