RCB/TuneIn
Quinta, 18 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“UM SONHO CONCRETIZADO”
Rádio Cova da Beira
Depois dum trabalho que foi desenvolvido ao longo dos últimos 18 anos está inaugurado o lar do Divino, situado na freguesia do Dominguiso. A obra representou um investimento da ordem dos 500 mil euros, tem uma capacidade para 24 utentes e permitiu criar mais de uma dezena de novos postos de trabalho daquela aldeia.
Por Nuno Miguel em 27 de Apr de 2014

Outras da categoria:

Na cerimónia de inauguração o presidente da direcção do centro de assistência social do Dominguiso afirmou que “a obra que fazia falta ao Dominguiso e que todos ansiavam concretizou-se; entre o sonho de ontem e a realidade de hoje passaram 18 anos mas felizmente que conseguimos chegar a bom porto”. José Minhoto acrescenta que “temos uma capacidade total de 24 camas e pensamos assim satisfazer as necessidades da população e contamos ainda, num futuro que desejámos próximo, disponibilizar alguns serviços de saúde a todos os associados como consultas médicas ou tratamentos de enfermagem além de outros que hoje já disponibilizamos como alimentação ou lavandaria”.

Apesar da satisfação e de o dia ser de festa, o presidente da direcção do centro não esconde alguma mágoa pelo facto de a câmara municipal não ter dado qualquer apoio à concretização desta obra. José Minhoto afirma que “até hoje a câmara não nos apoiou ao contrário do que fez com outras instituições congéneres do nosso concelho; não posso deixar de discordar dessa atitude da câmara e espero que esta situação seja reavaliada pelo actual executivo”.

Um pedido de apoio que também foi reforçado pelo presidente da junta de freguesia do Dominguiso. José Matos sublinha que “esta obra veio colmatar uma necessidade que há muito era sentida pela nossa freguesia e também dar uma nova cara ao centro do Dominguiso com a recuperação dum edifício que tem muito significado para nós; estas instituições necessitam de apoio, sobretudo numa fase inicial em que as necessidades são acrescidas e por isso solicito à câmara que apoie esta instituição pois o trabalho por ela realizado merece esse reconhecimento”.

Na resposta o presidente da câmara municipal da Covilhã garante que a autarquia está atenta a esta situação e vai apoiar a concretização desta obra. No entanto, devido à conjuntura de dificuldades económicas, Vítor Pereira não assumiu qualquer compromisso de qual o valor a atribuir nem quando será disponibilizado “gostava hoje de estar aqui e dizer-vos que tinha a quantia X para entregar no dia Y mas prefiro ser honesto convosco; vamos de certeza ajudar o centro com um contributo significativo mas não posso, neste momento, quantifica-lo nem localizá-lo no tempo”.

O autarca covilhanense considerou ainda que este novo lar é uma das obras que vai de encontro aos três principais vectores da acção governativa que a câmara municipal pretende levar por diante “um é a criação de emprego e a fixação de empresas, outro é o desenvolvimento local, de que esta obra é um exemplo, e o terceiro é a acção social e por isso esta obra preenche, na sua plenitude, aquilo que nós entendemos que deve ser a nossa acção enquanto executivo camarário”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados