RCB/TuneIn
Sábado, 06 Jun 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
ADF - ANTÓNIO ANGEJA RECONDUZIDO
Rádio Cova da Beira
Ao longo da tarde desta 4ª feira, no dia que clube comemorou 59 anos de vida, os sócios da Associação Desportiva do Fundão tiveram oportunidade de votar na única lista que se prontificou liderar os destinos do mais prestigiado e mais antigo clube da cidade durante os próximos dois anos.
Por José Joaquim Ribeiro em 23 de Apr de 2014

Num universo de cerca de 300 sócios só 27 exerceram o direito de voto e todos eles favoráveis à  lista única a sufrágio, que tem como líder da direção António Luís Angeja, que deste modo foi reconduzido no cargo, sendo acompanhado por Paulo Ribeiro, na presidência da mesa da assembleia geral e Pedro Leal Salvado, como presidente do Conselho Fiscal, também eles reconduzidos. Da lista hoje eleita só houve uma alteração, na direção, relativamente aos anteriores dirigentes. Saiu Carlos Mosa e entrou para o seu lugar Paulo Jerónimo.

 

Como principais objetivos para este mandato, António Luís Angeja, apontou o futsal como a grande aposta, na área desportiva: Continuar a dar todas as condições para que a equipa principal continue a realizar bons campeonatos e a dignificar cada vez mais o clube, a cidade e o concelho e proporcionar mais e melhores condições aos escalões de formação para que estes possam continuar a alimentar a equipa sénior com novos atletas.

 

Pretendem manter o rigor financeiro do clube de modo a que seja possível fazer face as despesas do dia a dia e que permita reduzir  o passivo que  se  acumulou ao longo dos anos. Uma vez que a frota automóvel  do clube já está a ficar com muitos quilómetros e com alguma idade, se houver alguma folga financeira, pretendem renovar essa frota com novas  carrinhas.

 

A direção de António Luís Angeja também tem outro grande objetivo  para este mandato. É um objetivo e uma necessidade, mas que só será possível concretizar se o clube receber apoios de algumas entidades ou instituições. Tem a ver com o Pavilhão.  Este espaço desportivo necessita de alguns arranjos, para o tornar mais acolhedor e mais funcional e necessita de reparações, nomeadamente ao nível do telhado, corrigir as entradas de ar frio e proporcionar que o mesmo fique com mais iluminação natural. São obras de grandes custos para os quais o clube não tem disponibilidade financeira.

 

Dentro de dias será anunciado o dia e hora para a tomada de posse dos dirigentes agora eleitos.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados