RCB/TuneIn
Quarta, 26 Jun 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“QUEM NÃO DEVE NÃO TEME”
Rádio Cova da Beira
“Permitam que a população decida livremente e em consciência qual o melhor caminho a seguir na Boidobra”. É a resposta dos membros demissionários do PS e dos movimentos “Acreditar” e “Boidobra para Todos”, na assembleia de freguesia da Boidobra ao comunicado da CDU que os acusa de não aceitarem democraticamente os resultados eleitorais.
Por Paulo Pinheiro em 23 de Apr de 2014

O PS e os dois movimentos independentes acusam a Coligação Democrática Unitária da Boidobra de tentativa de manipulação da opinião pública onde “há falta de argumentos erguem um tribunal em praça pública e à boa maneira CDU Boidobra até já traçaram o veredicto final – Condenados, Todos Condenados, Processos em Cima de Todos e das Respectivas Listas Também”.

 

Em comunicado, os elementos demissionários classificam de campanha de “faca e alguidar” a actuação da Coligação Democrática Unitária na Boidobra “que já nos habituaram... Falar em diálogo ou entendimento nem pensar, apenas provocação, repressão, subjugação” acrescentam.

À população da Boidobra, os elementos demissionários asseguraram não temer o Ministério Público, pelo contrário,

“Estamos confiantes nas suas decisões e estamos de tal forma tranquilos e empenhados que pretendemos continuar a trabalhar com a justiça até que a verdade seja reposta. A nossa difícil decisão de renunciar ao mandato deveu-se exclusivamente ao facto de não querermos deixar a Boidobra parar, aquilo de que a CDU nos acusa mas que afinal está a promover”, sublinham.

Também afirmam não temer o Tribunal Administrativo, nem nenhum eventual processo de perda de mandato por faltas injustificadas

“Quem é que pode justificar ou injustificar faltas de membros da assembleia? A junta de freguesia? Claro que não! Essa é uma competência exclusiva da Assembleia. Mais, não participamos em reuniões cujas convocatórias são ilegais, solicitadas por pessoas que nem sequer sabemos quem são”, esclarecem

Os elementos demissionários do PS e dos dois movimentos independentes afirmam não temer a CDU, ou qualquer outro partido político que se vincule a este nível de actuação.

“Acreditamos que o comportamento da CDU Boidobra está a causar alarmismo entre a população e a incitar ao tumulto. Isso sim, preocupa-nos e muito, pelo que uma vez mais apelamos à moderação nas palavras e à prudência nas acções”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados