RCB/TuneIn
Segunda, 22 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
ORA AI EST? A LIGA PIORNOS NA SUA FASE FINAL
Depois da primeira jornada da Liga Piornos, que este domingo arrancou em Pedr?g?o e no Fund?o, Alcains e ?guias do Moradal ficaram mais pr?ximos e em melhores condi??es de poderem discutir, entre si, a conquista do t?tulo. Ficaram separados apenas por um ponto e deixaram o Fund?o e Pedr?g?o a uma dist?ncia significativa.
Por José Joaquim Ribeiro em 29 de Mar de 2009

No Municipal do Fundão a equipa da Desportiva tinha que vencer o Alcains para poder acalentar a esperança de ainda se poder intrometer na discussão do título. Sabia-se que não era tarefa fácil mas também todos se recordam da vitória que os fundanenses obtiveram há quinze dias atrás perante este mesmo conjunto. Foi com essa mesma vontade que os fundanenses abordaram este jogo. Criaram boas oportunidades para poderem marcar, mas, ao contrário do que aconteceu no jogo de há quinze dias, a bola não quis entrar na baliza de Beirão, umas vezes por mérito do guardião alcainense e outras por que a bola preferiu esbarrar nos ferros ou sair ao lado ou por cima. João Paulo, que foi a figura do outro jogo, por ter apontado os dois golos da vitória, nesta partida voltou a ser um homem em foco, mas desta feita por não ter conseguido concretizar nenhuma das quatro boas ocasiões que a equipa lhe criou. O zero zero não espelha o que se passou no relvado, mas o Alcains, que optou por fazer um jogo mais directo e no erro do adversário, conseguiu tapar os caminhos da sua baliza e, quando o não conseguiu os remates dos donos do terrenos não acertaram no alvo. O futebol mais elaborado dos fundanenses permitiu que João Paulo, João Lisboa, Óscar Menino e Rui Paulo desperdiçassem lances de golo eminente enquanto que a equipa de Alcains apenas uma vez teve ocasião flagrante de marcar, quando Khonné enviou a bola ao poste. Como dizia o repórter da RCB no final da partida, a haver um vencedor esse vencedor só podia ter sido a Desportiva do Fundão, mas em futebol nem sempre o melhor consegue traduzir essa supremacia em golos e em pontos. O Alcains acaba por conquistar um ponto, como reconheceu o seu técnico no final da contenda, mantém a liderança, embora tivesse ficado apenas com um ponto de vantagem sobre a equipa do Estreito. Os fundanenses, ao não conseguirem o triunfo ficam bastante mais longe de poderem chegar à discussão do titulo.

 

Em Pedrógão a equipa da casa ainda tentou ombrear com o Águias do Moradal, mas a equipa do Estreito não lhe proporcionou as condições para o poder fazer. Foi um jogo com índices muito baixos de rendimento, com as duas equipas a gerirem o tempo e a procurarem eventuais erros do adversário. A formação de António Belo, apesar de tudo ainda foi aquela que mais fez para vencer a partida o que acabou por acontecer. Valadas correspondeu muito bem a um cruzamento da direita, aproveitando a falha de marcação que os centrais lhe deviam ter feito. Estava decorrido o minuto 74 e o Estreito ficava na frente do marcador e ficava com a tranquilidade necessária para não deixar fugir a oportunidade de somarem os três pontos. Com este triunfo a equipa do Pinhal ficou apenas a um ponto de distância do Alcains e em óptimas condições para discutir o campeonato com este seu valoroso adversário. Ao Pedrógão restará dignificar a camisola do clube no que resta desta fase final, visto ter ficado a uma distância significativa dos primeiros.

 

O Alcains passou a ter 28 pontos, Estreito ficou com 27, Fundão com 20 e Pedrógão com 18.

 

No próximo fim-de-semana o Alcains recebe o Pedrógão e o Águias do Moradal vai servir de anfitrião à Desportiva do Fundão.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados