RCB/TuneIn
Domingo, 20 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
ADFUND?O ? CAMPE?O DISTRITAL FUTSAL FEMININO
A Desportiva do Fund?o volta a sagrar-se campe? distrital de futsal feminino, depois de ter vencido, neste s?bado, a equipa do Grupo de Conv?vio e Amizade nas Donas, por claros 6-0, em jogo da 2? m?o da final do Play-off.
Por José Joaquim Ribeiro em 29 de Mar de 2009

As fundanenses não deram quaisquer hipóteses às jovens das Donas. Entraram muito fortes, com domínio total em toda a quadra, não deixando que as suas opositoras conseguissem sair da sua meia quadra. As oportunidades foram em grande número, mas nem sempre finalizadas com a precisão que as próprias atletas fundanenses desejariam, todavia, tal como diz o ditado, tantas vezes o cântaro vai à fonte que alguma vez lá ficará a asa. Aos 16 minutos Rute tem oportunidade de rematar, a bola saiu enrolada, mas só parou no fundo das redes de Ana Pais. Era um golo que as fundanenses já tinham feito o suficiente por merecer. As jogadas saiam com grande fluidez, num carrossel constante e mais oportunidades. Não se estranhou que o marcador voltasse a funcionar, dois minutos depois. O segundo golo foi o espelho da forma como a equipa fundanense abordou o jogo. A bola passou por várias atletas, sempre em constantes trocas de bola e posição até que, Vanessa, descaída sobre a direita assiste Cátia que, de primeira remata forte para o fundo das redes.

Aos 19 minutos a equipa das Donas teve uma ocasião para marcar, mas o lance resulta de um remate de Raquel Fernandes, ainda dentro da sua meia quadra, a aproveitar o adiantamento da guarda-redes Joana. A bola esbarrou na barra da baliza fundanense. Não se pode dizer que tenha sido o canto dos cisnes, mas esta foi das poucas situações que a baliza fundanense passou por apuros.

As futsalistas da Desportiva não baixaram o ritmo do jogo e por isso, com alguma naturalidade, ampliaram o marcador aos 21´, de novo por Cátia e novamente na sequência de uma assistência de Vanessa. A bola foi disputada junto à linha de fundo, próximo da marca de pontapé de canto, Vanessa tira uma adversária do caminho e colocou-a junto da linha de golo onde aparece, muito rápida, Cátia, a tocar para o fundo da baliza de Ana Pais.

O andamento do jogo, quase sempre com um único sentido, era forte e forte eram as investidas fundanenses à baliza da equipa de Donas. Aos 25´numa das muitas jogadas de envolvimento ofensivo a bola chega a Ana Vanessa que de pronto rematou ao ângulo superior direito, sem quaisquer hipótese para jovem e excelente guarda-redes Ana Pais. Estava feito o 4-0. Com este resultado a Desportiva baixou a velocidade de jogo, mas antes do intervalo ainda teve ocasião para marcar o quinto da tarde. Este golo teve a marca de Rute, fazendo lembrar as grandes jogadas que esta fantástica futsalista protagonizou em épocas de grande sucesso da sua carreira. Rute ganhou a posse da bola na sua meia quadra, correu pela direita, tirou todas as adversárias que lhe apareceram pelo caminho e, junto ao poste fez a bola passar pela guardiã contrária.

Foi com o marcador a indicar 5-0 que terminou o primeiro período de jogo.

Na segunda parte a disposição das duas equipas foi diversa, com as fundanenses a gerirem um resultado volumoso e o técnico Joel Rocha a gerir, também, o plantel, com a utilização de atletas que normalmente têm menos minutos de jogo. Nesta fase a equipa de Donas equilibrou o jogo e teve oportunidade de criar algumas situações para poder, pelo menos, ter marcado o tento de honra. Contudo, a maior valia da equipa fundanense voltou a manifestar-se quando, aos 55minutos, apontou o sexto golo e aquele que seria o registo final da partida. A jogada foi uma das muitas que a equipa tem ensaiado, com Ana Vanessa a colocar na zona frontal da baliza onde apareceu, oportuna e muito bem enquadrada, Catarina Rondão, a rematar para o fundo das redes.

Até à festa final, foi gerir e controlar. As fundanenses limitaram-se a caminhar para uma festa que procuraram desde que iniciaram o campeonato. A ADF venceu o campeonato com todo o mérito, revelando-se muito superior a todas as outras equipas que disputaram este distrital. No final as manifestações de alegria foram muitas, apesar de algumas das atletas já contarem no seu palmarés com vários títulos, mas o que é um facto é que todas festejaram como se da primeira vez se tratasse.

Uma palavra de muito apreço e carinho para a equipa das Donas. A equipa de João Almeida mostrou que está a crescer e já revela boas movimentações, estando no bom caminho para que num futuro próximo possa disputar o distrital de forma mais equilibrada.

A Desportiva do Fundão vai agora ter que se preparar para a fase nacional, de modo a não se deixar surpreender como aconteceu na época passada, quando, por uma diferença de um golo não conseguiu a passagem às meias-finais.

 

 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados