RCB/TuneIn
Segunda, 09 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
OS DIAS SEGUINTES AO 25 ABRIL
Rádio Cova da Beira
Até ao próximo dia 4 de Maio, está patente na biblioteca municipal Eugénio de Andrade, no Fundão, a exposição “25 de Abril na Imprensa Nacional e Internacional”, realizada com o fundo que J.-M. Nobre-Correia cedeu à biblioteca.
Por Paulo Pinheiro em 18 de Apr de 2014
Esta exposição aborda os dias seguintes ao 25 de Abril, uma vez que a abundância dos jornais do Fundo J.-M. Nobre-Correia sobre os anos 1974 e 1975 em Portugal obrigou a limitar os exemplares expostos aos primeiros dias deste acontecimento fundamental da história contemporânea do país.

Após a tentativa de 16 de março de 1974, muitos jornalistas ficaram à espera que algo viesse a acontecer, mas poucos tinham sido postos ao corrente do que se estaria a preparar. Porém, na manhã de quinta-feira, dia 25 de abril, a surpresa foi global, havendo mesmo responsáveis que se questionavam da necessidade ou não de enviar os textos à Censura. Outras publicações prepararam edições especiais largamente justificadas pelos acontecimentos.

No resto da Europa, os jornais de referência, atentos à informação estrangeira, tinham ficado despertos com a tentativa de 16 de março, uma tentativa que não era usual numa ditadura. No entanto, quando o 25 de Abril surgiu, a perplexidade foi grande, principalmente pela certeza que a queda da ditadura tinha por origem um golpe militar.

Na Europa, de tradição democrática, tinha-se a “perceção de que os golpes militares serviam para instaurar regimes autoritários, ditatoriais! E daí que a imprensa tenha reservado ao golpe de 25 de Abril uma certa circunspeção. Atitude rapidamente ultrapassada quando a imprensa europeia foi obrigada a constatar o entusiasmo com que a população acolhera o movimento militar”.

A realidade é que o 25 de Abril português e a série de acontecimentos marcantes que se seguiram passaram a ser tema de atenção quase permanente da generalidade dos jornais que se publicavam por toda a Europa, situação bem visível nesta exposição


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados