RCB/TuneIn
Quinta, 12 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
NEGOCIAÇÕES EM CURSO
Rádio Cova da Beira
À margem da visita que o embaixador do Japão efectuou ao concelho da Covilhã, Vítor Pereira admitiu que estão a decorrer negociações no sentido de um grupo japonês assegurar a compra de todas as participações que o consórcio AGS/Hidurbe detém em Portugal nas empresas que prestam serviços no abastecimento de água.
Por Nuno Miguel em 27 de Mar de 2014

Outras da categoria:

Caso o negócio seja concretizado passa a ser esse grupo o detentor de 49 por cento do capital social da empresa “Águas da Covilhã” e ontem mesmo o presidente da câmara municipal esteve reunido com os accionistas minoritários para analisar a situação. Vítor Pereira refere que “a câmara da Covilhã é alheia a esse negócio mas caso o grupo «Marubeni» venha a finalizar esse negociação vai adquirir a posição que o consórcio actualmente detém na empresa «Águas da Covilhã»; esse grupo pode assim vir a ser nosso parceiro e vou agora reunir com os restantes accionistas para analisar essa situação”.

Declarações do autarca covilhanense feitas à margem da visita de dois dias que o embaixador do Japão efectuou à região. Hiroshi Azuma também está a acompanhar com interesse as negociações que decorrem entre o consórcio AGS/Hidurbe e o grupo “Marubeni” e espera que cheguem a bom porto “existe uma empresa japonesa que está interessada em vir para aqui e participar nas actividades de fornecimento de água; o negócio está a decorrer mas eu gostava muito que lhe dessem essa oportunidade de também vir para esta região”.

O embaixador do Japão visitou ontem a universidade da Beira Interior, a unidade fabril “Paulo de Oliveira” e ainda as Minas da Panasqueira. Hiroshi Azuma assumiu funções em Outubro do ano passado e que reforçar as ligações económicas e culturais com o nosso país “actualmente nós temos uma boa relação com muitas pessoas e empresas mas eu quero intensificar essa ligação bi-lateral entre o Japão e Portugal; os campos económicos são aqueles onde temos uma maior margem de progressão mas também é importante reforçar essa aposta na área da cultura”.

Para o presidente da câmara da Covilhã as visitas dos embaixadores da Polónia e Japão àquele concelho assim como a sua deslocação a Israel tem como grande objectivo estreitar laços em pontos estratégicos do globo. Vítor Pereira espera que essa estratégia possa conduzir à captação de novos investimentos externos para a região “significa que três importantes países, um no médio oriente, outro na Ásia e um do leste da Europa estão interessados em investir na nossa região e manter connosco boas relações comerciais e portanto queremos aproveitar esse facto para potenciar as relações que já existem, procurar que outras portas se abram e com isso captar novos investimentos para o nosso concelho e para a nossa região”.

Para além da “Sojitz”, que detém há vários anos a licença de exploração das Minas da Panasqueira, um novo grupo empresarial japonês pode chegar à Covilhã para assumir a participação minoritária no sistema de abastecimento de água daquele concelho.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados