RCB/TuneIn
Quinta, 12 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
BENFICA E C.BRANCO-3 MARINHENSE-1
Embora limitado por aus?ncias de vulto no seu plantel, Nuno Fonseca acreditava na vit?ria e consequentemente na ultrapassagem deste advers?rio na tabela classificativa. Foi dif?cil mas justa a conquista do segundo lugar desta primeira fase do Campeonato Nacional da 3? Divis?o, que hoje terminou, e que para al?m de garantir a manuten??o d? agora a possibilidade de subida ao Nacional da 2? Divis?o?
Por João Perquilhas em 22 de Mar de 2009

O Marinhense veio demonstrar a Castelo Branco o porquê de ocupar o segundo lugar da classificação, mas encontrou um Benfica disposto a não deixar fugir a possibilidade de trocar de posição na tabela. Fruto disso o jogo foi agradável de seguir, não tanto por primores técnicos mas sim pela forma como ambos os conjuntos, conscientes de que um deslize poderia ser fatal, abordaram o encontro. Muita luta a meio campo, muita concentração nas transições e acima de tudo muita entrega ao jogo acabaram por ser motivos mais que suficientes para um prélio interessante e de resultado imprevisível.

Apesar da melhor entrada em jogo por parte da equipa visitante, que contudo não foi capaz de abrir brechas na defensiva da casa, foi a turma de Nuno Fonseca a primeira a festejar. Ao minuto quatro Daniel Fernandes deixava o aviso quando rematou ao lado, mas dois minutos depois Fixe dava mesmo vantagem aos albicastrenses. Sordo com um passe a rasgar toda a defensiva contrária deixou a bola ao alcance do irrequieto Fixe, e este com uma calma assinalável picou a redondinha sobre Ludovic para o primeiro golo da tarde.

A resposta forasteira foi pronta e aos 15`chegava à igualdade. Pedro Emanuel na área local segurou o esférico e Gonçalo, sem necessidade, acabou por o rasteirar. Penalty sem margem para dúvidas que o mesmo Pedro Emanuel não desperdiçou igualando a partida.

Este início frenético de jogo passou depois por um largo período de acalmia para os dois guarda-redes, com a disputa de posse de bola a meio campo a ser predominante e nem um ligeiro ascendente dos da Marinha Grande foi causador de instabilidade na linha defensiva dos donos do terreno, que sem o castigado Ricardo António mas com Edgar no seu lugar e Gil como companheiro de sector, formaram dupla intransponível.

E foi quase em cima do intervalo que este equilíbrio de forças seria desfeito. Gil sobe à área contrária para um lance de bola parada e ao tentar cabecear para a baliza de Ludovic seria puxado por um defesa do Marinhense. O árbitro principal foi de imediato alertado pelo seu auxiliar Bruno Pinto de que deveria ser assinalada grande penalidade e Gonçalo redimiu-se do penalty cometido ao minuto 15, batendo o pontapé da marca de grande penalidade sem hipóteses de defesa para o guardião Ludovic.

A vantagem levada para os balneários deu ainda mais ânimo aos albicastrenses para uma segunda metade que se adivinhava difícil.

Logo no 1º minuto da etapa complementar Gil cabeceava ao poste da baliza do Marinhense após livre apontado por Pombo e este lance mais contribuiu para o avolumar de confiança.

Certo que Gonçalo acabaria (mal) expulso aos 76`quando fez falta normalíssima bem no centro do terreno, mas nem esse factor retirou estabilidade à coesa defensiva dos locais, que chegava e sobrava para as investidas marinhenses.

A dez minutos do final do tempo regulamentar Hélder Cruz seria então posto à prova quando defendeu superiormente uma bomba de Pipo, evitando o empate e já em período de compensação seria ele a iniciar a jogada que redundaria no terceiro golo.

Hélder Cruz segurou facilmente uma bola bombeada para a sua zona de acção e de imediato lançou o contra ataque, isolando Tiago Marques para este não desperdiçar a ocasião e sentenciar a partida.

Foi em suma uma excelente vitória do Benfica e Castelo Branco, bastante valorizada pela réplica do Marinhense.

A arbitragem de Paulo Braz acabou por não influenciar o desfecho final, mas teve clara dualidade de critérios a nível disciplinar sempre contra os donos do terreno. Vá lá saber-se porquê …


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados