RCB/TuneIn
Quarta, 11 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
TERMINOU A 1? FASE DA 3? DIVIS?O NACIONAL
Como j? se previa, Sertanense e Benfica de Castelo Branco v?o disputar os dois lugares de subida enquanto que Penamacorense, Unhais da Serra e Atalaia do Campo v?o disputar as sub-s?ries de manuten??o
Por José Joaquim Ribeiro em 22 de Mar de 2009

O Sertanense jogou em Coimbra, perante o Vigor Mocidade e a equipa de Eduardo Húngaro voltou a mostrar toda a sua capacidade, vencendo o seu adversário por 1-0, com o golo a ser apontado por Lopes que desviou para o fundo das redes um livre apontado sobre a direita. A turma da Sertã controlou o jogo e o resultado, somando mais três pontos que poderão ser muito importantes para a segunda fase do campeonato. O Sertanense, que terminou esta fase com 52 pontos, na liderança da série, vai partir com 26 pontos, mais quatro que a dupla constituída por Benfica e Castelo Branco e Marinhense.

 

Os encarnados albicastrenses somaram um triunfo, também ele muito importante. A equipa de Nuno Fonseca defrontou o segundo classificado, que tinha exactamente três pontos de vantagem sendo necessário vencer para que a distância pontual não se alargasse. Os encarnados, fazendo um jogo inteligente, jogado de trás para a frente, conseguiu adiantar-se no marcador aos 6 minutos, por Fixe, que correspondeu muito bem ao passe excelente de Sordo. A equipa que veio da Marinha Grande nunca desistiu, chegou a ter maior domínio de jogo e por isso chegou ao empate na sequência de uma grande penalidade que Gonçalo cometeu sobre Pedro Emanuel. O veterano jogador do Marinhense bateu com êxito o castigo máximo fazendo o empate. Foi também de penalti, já em período de compensações para o intervalo, que o Benfica voltou a adiantar-se no marcador. Gonçalo bateu de forma superior a grande penalidade. Na segunda parte a nota vai para o terceiro golo que Tiago Marques apontou, aos 90+3 minutos, contribuindo deste modo para uma vitória que acabou por ser merecida. ( crónica do jogo neste site)

 

O Penamacorense tinha ainda francas hipóteses de poder chegar a um dos lugares que garantiam a manutenção. Era uma tarefa difícil mas não impossível, se bem que era necessário que terceiros pudessem ajudar, todavia, era também importante que a ADEP fizesse a sua parte e a sua parte passava pela conquista dos três pontos em Gândara. Não foi isso que aconteceu. A ADEP perdeu por 2-0 e tem que se contentar com a disputa dos jogos de manutenção, vai integrar a sub-série B, juntamente com Caldas, Unhais da Serra e Torres Novas e parte com dois pontos de vantagem sobre o Caldas e três sobre o Unhais da Serra.

 

O Unhais da Serra ainda podia ajudar a ADEP, se vencesse em Pombal, mas no final da partida não foi isso que aconteceu. A equipa do Sporting local venceu por 2-0 não deixando fugir a possibilidade de ser ultrapassado na classificação geral. Resta ao Unhais disputar a sub-série B, partindo com 14 pontos, menos três que a ADEP, menos um que o Caldas e mais três que o Torres Novas. Os comandados de Nando têm boas condições para garantirem um dos dois lugares de manutenção, Oxalá que esses dois lugares sejam preenchidos por ADEP e Unhais.

 

A Atalaia do Campo venceu o Torres Novas e ficaram a três pontos do clube que parte em vantagem na sub-série A de manutenção. A equipa de Joca necessitava destes três pontos para que a distância para os seus parceiros de série não fosse muito acentuada. Por aquilo que jogou e pela forma como abordou a partida os três pontos assentam muitíssimo bem à equipa do concelho do Fundão. O primeiro golo aconteceu logo aos 7 minutos, com Edmilson a finalizar ao segundo poste, dando à equipa a tranquilidade que só os golos conseguem dar às equipas, o segundo tento foi apontado por Bruno Correia que recarregou com êxito um primeiro remate de Ucha. No final ainda aconteceram cenas que não deviam ter acontecido, provavelmente em resultado da expulsão a que foi sujeito Sérgio Garcia. ( crónica do jogo neste site )

 

Terminada que está esta primeira fase, vamos à composição da série que vai disputar os dois lugares de acesso à 2ª divisão nacional, com os respectivos pontos com que cada clube parte para essa fase decisiva. Sertanense 26 pontos, Benfica e Castelo Branco 22, Marinhense 22, Gândara 20, Pombal 19 e Vigor Mocidade 18 pontos. Estes clubes garantiram, também, a manutenção.

 

A fase que vai decidir a manutenção dos clubes que ficaram abaixo do sexto posto, vão ser divididas em duas sub-séries. Os clubes que terminaram nos lugares impar vão constituir a sub-série A e os clubes que terminaram nas posições par vão integrar a sub-série B- Deste modo as sub-séries são constituídas do seguinte modo, com os respectivos pontos ( metade dos alcançados na primeira fase).

Sub-Série A:  Lousanense 17, Sourense 16, Peniche 15 e Atalaia do Campo 14 pontos. Sub-Série B: Penamacorense 17, Caldas 15, Unhais da serra 14 e Torres Novas 11 pontos.

  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados