RCB/TuneIn
Domingo, 08 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
BENFICA C.BRANCO 0 ABRANTES 0
O Benfica empatou a zero bolas com o Abrantes, num jogo ins?pida, muito musculado e onde as balizas foram quase uns meros objectos decorativos.
Por Rui Fazenda em 07 de Oct de 2007

O caso do jogo aconteceu, mesmo antes do inicio da partida, quando o árbitro fez "birrinha" e recusou-se a colocar, como habitualmente acontece, a constituição do trio de arbitragem, na porta da sua cabine.  Para que conste o árbitro da partida foi o Sr.Nuno Roque e o observador nomeado pela Federação foi o Sr.António Lourenço!   

Quanto ao jogo em si, começou melhor o Abrantes quando logo os 3 minutos, Bruno Matos fez um passe a rasgar a defensiva do Benfica Isolou Rui Costa que, descaido para a direita e à saida de Helder Cruz, cruzou levando a bola a bater no Poste da baliza Albicastrense. Um susto para a turma de Antonio Jesus logo a abrir.   

O Benfica e Castelo Branco, reagiu bem a este lance e consegui equilibrar a partida. Aos 27' Trindade foi à linha e cruzou para a área Ribatejana, onde apareceu João Peixe a rematar de cabeça, proporcionando a Passarinho uma defesa de belo efeito. E a primeira parte em termos de jogadas de perigo foi tudo o que se viu...   

Na segunda parte, o Benfica e Castelo Branco foi superior, teve mais posse de bola, mas o jogo manteve-se sempre muito "musculado", com as jogadas a desenrolarem-se no centro do terreno, sem que o perigo chegasse junto de qualquer uma das balizas.   

O Abrantes uma equipa  muito experiente, com jogadores de elevada estatura,não permitia que o Benfica chegasse com perigo junto da sua baliza.    Com este cenário, o unico resultado possivel era mesmo o nulo.   

Um resultado certo, tal foi a inoperância ofensiva quer do Benfica e Castelo Branco, quer do Abrantes.       

Quanto ao arbitro da Partida Sr. Nuno Roque, obviamente nota negativa quanto mais que não fosse pela atitude prepotente que teve no inicio da Partida, depois, durante o jogo, permitiu algumas entradas duras quer por parte do Benfica, quer por parte do Abrantes e demonstrou nunca ter pulso para dirigir uma partida deste calibre. Como se diz na gíria, ainda está muito "verdinho" para estas andanças.   

No final da partida houve um pequeno "Sururu", entre um dirigente do Abrantes e um dirigente Albicastrense, e quando a Comunicação Social se dirigia para as entrevistas a GNR estava, a pedido do Arbitro, a"evacuar" a zona dos balneários, permitindo apenas a presença de elementos credênciados no local... A situação esteve "quente" levando mesmo um militar da GNR a "Fechar "o Portão com violência, não magoando seriamente um colega de um órgão de comunicação escrito, que vinha a entrar, por um triz! Valeu ao menos que o Arbitro considerou a comunicação Social "Um elemento Credênciado", para estar no tunel de acesso aos Balnearios, pelo que pudemos fazer o nosso trabalho de reportagem

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados