RCB/TuneIn
Sábado, 27 Fev 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
"ESCREVER É UM ACTO DE REBELDIA"
Rádio Cova da Beira
É o tema que 17 autores portugueses, entre os quais seis escritores do distrito de Castelo Branco, levam às escolas do concelho albicastrense. A iniciativa insere-se na segunda edição do Festival Literário de Castelo Branco, que decorre a partir de hoje até sexta-feira.
Por Paulo Pinheiro em 05 de Feb de 2014

Como ocorreu na primeira edição, «o festival volta a ter como público primordial a população escolar, com visitas de autores agendadas às escolas do concelho», refere a organização.

Afonso Cruz, André Letria, António Torrado, Luís Miguel Rocha, Margarida Fonseca Santos, Maria Manuel Viana, Paulo Galindro e Ricardo Henriques são os autores que levam às escolas o tema “Escrever é um ato de rebeldia”». A iniciativa contará ainda com Carlos Correia, Fernando Paulouro, Gonçalo Salvado, João de Sousa Teixeira e José Pires, todos autores albicastrenses, além do comissário do evento.

 

O programa contempla debates sobre vários temas com a presença dos escritores

Mesa 1
«CORAÇÃO: O CORAÇÃO É UM MÚSCULO LITERARIAMENTE SOBREVALORIZADO»
5 de Fevereiro / 21.00
Museu do Canteiro, Alcains
A pior prosa e poesia são escritas com o coração. Já ninguém quer ler histórias de amor. Estará o coração a precisar de autoajuda? Serão os bons sentimentos literariamente pirosos? Num mundo que privilegia a estética do choque, que espaço resta para os sentimentos?
Moderador: Tito Couto
Participantes: Florentino Beirão, Luís Miguel Rocha, Maria João Fernandes e Maria Manuel Viana

Mesa 2
«O BOTEQUIM DA LIBERDADE: A PROPÓSITO DOS 40 ANOS DE BOAS E MÁS MEMÓRIAS»
6 de Fevereiro / 15.00
Biblioteca Municipal de Castelo Branco
Natália Correia iluminou um dos espaços mais importantes na história da cultura e política portuguesas no final do século xx. Poeta e deputada, foi um verdadeiro oráculo na boémia lisboeta. Pelo Botequim passaram algumas das mais brilhantes mentes portuguesas, e Natália foi muito mais do que uma mestre de cerimónias.
Participantes: Fernando Dacosta e José Pires

Mesa 3
«CABEÇA: MUDÁMOS O CHIP»
6 de Fevereiro / 21.30
Cine-teatro Avenida
A expressão foi roubada ao imaginário do futebolês e retrata a mudança no papel que o cérebro desempenha hoje. Com o advento da nuvem tecnológica, e aliviado o cérebro do papel de casa da memória, que outras funções ganharão preponderância? É possível processar informação sem uma memória rica?
Moderador: Tito Couto
Participantes: André Letria, António Torrado e Fernando Dacosta

Mesa 4
«ESTÔMAGO: DESEJO E ENGANO NO CANTO DA BOCA»
7 de Fevereiro / 21.30
Cine-teatro Avenida
Duas das principais pulsões do ser humano, desejar e mentir, encontram no verbo «comer» um estranho eufemismo ou hipérbole.
Será o estômago o último reduto da natureza animal do ser humano?
Moderador: Tito Couto
Participantes: Afonso Cruz, Daniel Oliveira e Fernando Paulouro

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados