RCB/TuneIn
Segunda, 25 Out 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
“QUEREMOS PREENCHER LACUNA DA REGIÃO”
Rádio Cova da Beira
Superou as expectativas a edição deste ano do “UBI cinema”. A iniciativa é organizada pelo curso da sétima arte ministrado na universidade da Beira Interior e que ao longo de quatro dias permitiu apresentar ao público todos os filmes realizados por alunos de licenciatura e de mestrado durante o último ano lectivo.
Por Nuno Miguel em 13 de Jan de 2014
Ana Catarina Pereira, responsável pela comissão organizadora do evento sublinha que foram apresentados trabalhos com muita qualidade e que mereceram uma resposta muito positiva por parte do público “houve várias sessões em que chegou a haver pessoas em pé a assistir aos filmes e também houve muitas pessoas que nos disseram que nem sabiam que a UBI tinha um curso de cinema; eu pessoalmente fiquei muito surpreendida com essa adesão e também com a qualidade dos trabalhos que aqui foram apresentados uma vez que foram exibidos filmes muito diversificados o que também contribuiu para chamar o público”.

Na edição deste ano apenas foram exibidos filmes realizados por alunos da universidade da Beira Interior. No entanto a organização pretende continuar a afirmar o certame no sentido de se transformar no festival de cinema que, actualmente, a região não tem “ o distrito de Castelo Branco é um dos poucos do país onde não se realiza um festival de cinema e o nosso objectivo passa por preencher essa lacuna e eu tenho sentido muito apoio por parte das pessoas que vem ver os filmes no sentido de podermos avançar nesse sentido”.

O filme “sê bem vindo a esta casa” de Ana Pio venceu a distinção do público para melhor película de alunos de licenciatura enquanto que o trabalho de Pedro Graça “do outro lado da rua” obteve o galardão na categoria de mestrado e também na escolha do júri do festival que distinguiu ainda o filme “as águas de sua mãe” de Paulo Lima na licenciatura e os trabalhos “sussurro” de Fernando Cabral, “re – ciclo” de Humberto Guedes, “fronteira” de António Lopes e “as asas” de André Perdigão.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados