RCB/TuneIn
Quarta, 18 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
SCC: PRESIDENTE INDIGNADO COM FALTA DE APOIO
Rádio Cova da Beira
O presidente do Sp. Covilhã, aproveitou a presença dos jornalistas na sala de imprensa, no final do último jogo do ano em casa frente ao Marítimo B, a contar para a jornada 22 da II Liga (os serranos ganharam por 1-0, recorde-se), para mostrar a sua indignação pela falta de apoio dada ao clube pelos empresários e entidades oficiais, considerando mesmo "uma vergonha", o que se está a passar.
Por Miguel Malaca em 23 de Dec de 2013

José Mendes, começou por desejar boas festas aos sócios do clube e em particular àqueles que de 15 em 15 dias vão ao estádio a ver e a apoiar a equipa, afirmando:

"Estou aqui para desejar as boas festas a todos os presentes, mas também aos nossos sócios. Como é possível uma equipa que anda nos primeiros lugares durante quase toda a primeira volta e a assistência no nosso estádio é uma autêntica vergonha. Nós direcção, jogadores e técnicos, continuamos sózinhos. Não há ninguém que ajude o Covilhã nesta cidade. Querem subir de divisão, mas ajudas ao Covilhã, é uma miséria, começando pelo relvado deste estádio, que é mau e tem sido criticado por todos nós, equipas adversárias e de arbitragem à já muito tempo. Ou as coisas mudam nesta cidade e se dá valor a quem trabalha ou haverá um Covilhã, mas noutros patamares futebolísticos." Começou por afirmar o líder dos serranos.

José Mendes, foi acrescentando ainda que, " as aves de rapina fugiram, porque os resultados são aquilo que são esta época. O mérito vai inteirinho para os jogadores, mas sobretudo para a equipa técnica liderada por F. Chaló, que tem feito um trabalho excelente." Disse.

Quanto ao apoio ou à falta dele, por parte da Cãmara Municipal da Covilhã, o presidente do Sp. Covilhã referiu que "não falo de câmara nenhuma, as relações são poucas ou nenhumas. Até hoje, o Covilhã tem vindo a ser posto de parte, já na última Câmara é sabido do que faziam. O sr. presidente e actual elenco da autarquia, têm 2 meses de trabalho e ainda não tiveram tempo para tomar o norte, mas não queremos ter só palavras de conforto e amizade, queremos acção e apoio efectivo. Há dificuldades, estamos cientes disso, mas o Sporting também as tem, como tem também futebol de formação que necessita de ser apoiado e não esquecido. Espero reunir com a Câmara em janeiro para saber com o que conto. Estou cheio e farto, e se as coisas não mudarem, pode haver surpresas grandes. Falo agora e estou a ganhar. Ou nos entendemos, ou o futebol profissional pode ter os dias contados." Sublinhou José Mendes aos jornalistas.

Por último, o presidente serrano, referiu-se ainda às dívidas que ele anda a pagar, vai para 10 anos, e outras com 20, nomeadamente, " essas dívidas dizem respeito a um contrato mal feito pelo senhor Petrucci, em 2004, com a Braga Parques (Silos -Auto), onde agora o clube foi confrontado a pagar o IVA (cerca de 100 mil euros, onde já paguei 25 mil). Alguém tem de responder por isto, alguém vai ter que sentar o cú no mocho. Eu não ando aqui para levar com estas coisas. O mesmo acontece com o senhor Manuel Matias Vaz. Agora quer que o clube lhe pague não sei o quê. O Sporting já lhe pagou tudo à 20 anos. Sinceramente, assim, é muito complicado, estou farto de pagar aquilo que não é da minha gerência. Vai tudo para tribunal. Nós somos pessoas sérias e honestas, não andamos aqui a brincar. Em 10 anos de presidência, consegui...conseguimos trazer o Covilhã 7 anos na II Liga, e com as contas em dia. Gostamos de ganhar de ser felizes, mas é uma infelicidade tremenda olhar para esta cidade e ninguém (empresários e entidades oficiais) ajudar o clube. Só nos aparecem é dívidas para pagar. Agradeço, no entanto, todo o apoio dado pelos restaurantes da cidade e não só, ao clube. Bem hajam. Apesar de tudo isto, desejo sinceramente, boas festas e muita saúde a todos." Concluiu José Mendes.

Quanto à equipa profissional, depois da vitória alcançada ontem, os jogadores iniciaram esta 2ª feira, a preparação do próximo jogo em Moreira Cónegos, marcado para este sábado, dia 28, às 15 horas.

Tiago Lopes regressa ao lote dos disponíveis, cumpriu castigo, enquanto Vitor Massaia, fica de fora (5º amarelo).

Alex Kakuba e Tiago Martins, saíram tocados do jogo com os madeirenses, vão ser reavaliados, mas deverão ser opção para sábado.

O plantel serrano terá uma pausa natalícia de dois dias, voltando ao trabalho, na 5ª feira de manhã.

O encontro Moreirense - Sp. Covilhã, terá relato em directo na RCB. 

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados