RCB/TuneIn
Terça, 23 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
SCC: TRÊS BAIXAS PARA FARO
Rádio Cova da Beira
O Sp. Covilhã regressou aos treinos, após a derrota com o Sporting B (0-2), e já prepara desde ontem a deslocação a Faro, com apenas uma dúvida. O avançado Forbes, melhor marcador da equipa, com 6 golos, foi poupado frente aos leões e ainda não se sabe se estará apto para domingo. Para o encontro com o Sp. Farense, às 15 horas, o técnico serrano tem 3 baixas confirmadas.
Por Miguel Malaca em 25 de Oct de 2013

Para o jogo da 12ª jornada da II Liga, o médio Paulico retomou os treinos após um mês de paragem, mas está fora de hipóteses, tal como Diogo Gaspar.

Já o lateral esquerdo Alex Kakuba falha o duelo com os algarvios por ter sido expulso na última partida.

O plantel viaja este sábado de manhã (em 3 carrinhas, uma cedida pelo GD Mata - objectivo - poupar 3 mil euros ao clube no autocarro), e vai ficar em Albufeira até à próxima 4ª feira, dia em que defronta o Olhanense para a 2ª mão de 2ª fase da Taça da Liga.

Entretanto, os leões da serra, estiveram ontem à noite reunidos em assembleia geral ordinária.

Os cerca de 30 sócios presentes aprovaram por unanimidade o relatório e contas da época 2012-2013 (exercício de 01-07-12 a 30-06-13). O resultado líquido, foi negativo em 31.199.00 euros.

Este saldo, referiram os dirigentes, deriva de um aumento dos rendimentos em cerca de 75.423.00 euros, relativamente ao ano anterior.

Com este aumento, os gastos (nomeadamente com o pessoal, que atingiram os 520.448.00 euros), também tiveram um acréscimo de 116.844.00 euros. 

Estes resultados provêm exclusivamente de uma variação positiva nos rendimentos do totobola e dos silos, no valor de 53.239.00 e 20.389.00 euros, respectivamente, e de um decréscimo dos rendimentos de publicidade e subsídios, nos valores de 43.883.00 e 37.278.00 euros, respectivamente. 

Durante a reunião magna de associados serranos, ficou tambéma saber-se que, já foram resolvidos dois casos de contencioso existentes entre o SCC e o treinador João Pinto, e SCC e o empresário José Manuel Correia, na qual, o clube terá de pagar a ambos, 24 mil euros.

Por outro lado, mantém-se o contencioso interposto pelo ex-presidente da MAG, António Lopes contra o Sp. Covilhã, no qual reclama uma verba de 129.390.46 euros, e a acção judicial do clube contra António Lopes, relativa às obras da sede social, no valor de 80.000 euros.

O presidente José Mendes, informou ainda, que os ordenados do mês de outubro foram pagos esta 5ª feira.

Relativamente, ao estádio Santos Pinto, a 1ª fase das obras está concluída (custou 100 mil euros - está tudo pago), e dentro em breve começarão os trabalhos da 2ª e 3ª fases (curto, médio e longo prazo).

As obras passarão pela instalação da bancada amovível do complexo desportivo municipal para a Superior do mítico campo de futebol covilhanense, construção de 3 coberturas nas bancadas do estádio (sendo que, a cobertura da bancada central irá ser subsitituída por uma nova), novo relvado, nova iluminação, novos balneários, nas antigas instalações e posto médico, onde será construído um espaço com dois andares, onde no 1º serão colocados os serviços administrativos do clube.

O líder da colectividade serrana, acredita que, caso a equipa consiga eliminar o Olhanense da Taça da Liga, a verba de 20 mil euros a receber, será de imediato canalizada para as obras nas bancadas. 

Dentro de dias, o Instituto Português de Desporto e Juventude, enviará para o clube o documento que falta (boletim de segurança), para que o Sp. Covilhã possa disputar a II Liga, no Santos Pinto até final da época. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados