RCB/TuneIn
Terça, 17 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
"É PRECISO OUVIR MAIS AS POPULAÇÕES"
Rádio Cova da Beira
Candidatos à presidência da Assembleia Municipal do Fundão defendem alteração do regimento, necessidade de agilizar processos, ouvir mais os cidadãos do concelho e que o órgão assuma um papel mais relevante na discussão de assuntos cruciais para o concelho.
Por Paulo Pinheiro em 27 de Sep de 2013

No debate promovido pela RCB, Catarina Gavinhos, da CDU, deixou ainda um reparo: os documentos da autarquia chegam tarde, muitas vezes são confusos e difíceis de ler. A candidata defende também mudanças no período antes da ordem do dia

"O PAOD deve ser encurtado porque muitas vezes cai-se em discussões estéreis, que descredibilizam ao próprio órgão e desmotiva as pessoas a participar” .

Mudança é também a palavra utilizada pelo candidato do CDS/PP. Aires Patrício sublinhou o facto do PSD o ter impedido, em votação, de pertencer às comissões da AM no actual mandato, e preconiza que a AMF tem que ser palco da discussão dos grandes temas do concelho

“A assembleia tem que mudar. Tem que ser mais participativa. Nunca ali vi uma discussão aprofundada sobre áreas muito importantes para concelho”

Validando os argumentos destes candidatos, João Leitão, candidato do PS, elegeu três verbos de acção para caracterizar o projecto dos socialistas para a AMF

" Dignificar (criando, pro exemplo, uma sessão solene do órgão no dia do concelho), planear (usar a assembleia para planear o futuro do concelho) e participar (a AMF tem uma oportunidade de ouro que é usar uma parte do orçamento do município para o exercício de gestão participativa).

Para Vitor Silva, candidato do PTP, não se devem esperar grandes mudanças no funcionamento da AMF, mas o entende que o órgão deve ir ao encontro dos cidadãos do concelho

“O PTP pretende apresentar propostas à AM de forma consensual. Se os problemas estão identificados por todos porque razão é que todos não participam na resolução desses mesmos problemas. È preciso apresentar propostas em prol da melhoria da qualidade de vida das pessoas”.

A próxima assembleia municipal do Fundão deve dar maior atenção à audição dos cidadãos. È uma das medidas defendidas por Vítor Martins, candidato do PSD

“Sempre senti que a assembleia poderia e deveria ser um órgão mais capaz de captar o sentir das populações. Entendo que a próxima AMF deve ter um papel mais interventivo no sentido de, regularmente, promover audições sobre grandes temas para o futuro do concelho”.

Os cinco candidatos à AMF concordam que é preciso aproximar mais o órgão dos munícipes.   


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados