RCB/TuneIn
Terça, 17 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
"UNIDOS PELA COVILHÃ" LANÇA REPTO ÀS RESTANTES CANDIDATURAS
Rádio Cova da Beira
Vença quem vencer as eleições no próximo domingo, deve assumir o compromisso de adoptar os projectos que venham resolver os problemas dos cidadãos, independentemente da sua origem. Outro dos reptos deixados pelo candidato é para que as assembleias de freguesia se realizem de forma descentralizada pelas colectividades da cidade.
Por Paula Brito em 24 de Sep de 2013

A candidatura independente à União de freguesias de Covilhã e Canhoso aposta nas colectividades como parceiros na execução de um programa que apresenta pequenas soluções para resolver grandes problemas. O exemplo deixado por José Paiva Alçada em entrevista à RCB, é a criação de postos de primeiros socorros em todos os bairros "para nós não faz sentido em pleno Inverno, um idoso, ou uma pessoa que tenha dificuldades, tenha que se deslocar ao centro de saúde para fazer um penso ou levar uma injecção e estar lá duas a três horas, quando pode ter essa mesma valência ali a dois passos de casa". A criação de uma bolsa de voluntariado que envolva também as colectividades e os jovens é outra das propostas para a área social.

Outra das prioridades da candidatura liderada por José Paiva Alçada é a captação de novas empresas para a freguesia instalando-as nas antigas fábricas da cidade que hoje se encontram devolutas e em ruínas "a ideia será estabelecer protocolos com os proprietários no sentido dos mesmos se poderem candidatar a fundos para a recuperação desses espaços que seriam posteriormente alugados a micro empresas por preços simbólicos. Se conseguirmos ter 10 micro empresas dentro de um espaço desses, mesmo que essa empresa pague 300 euros, estamos a falar de 3 mil euros para o proprietário que recupera o edifício com vantagens para a cidade".

Para José Paiva Alçada há uma diferença entre a candidatura que lidera e as restantes "não estamos sujeitos às directrizes dos partidos, esta candidatura não está sujeita a qualquer pressão que seja, somos livres de fazer aquilo que entendemos e que vá ao encontro das necessidades das pessoas". É esse o motivo que o leva a deixar o repto aos restantes candidatos para que adoptem as medidas e os projectos que venham resolver os problemas das pessoas "independentemente da sua origem". José Paiva Alçada pede aos covilhanenses "o benefício da dúvida" e garante que a equipa vai exercer todos os cargos para que for eleita no próximo domingo.  

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados