RCB/TuneIn
Quinta, 17 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
CONTRA O AUMENTO DAS TARIFAS
Bancada do PS na c?mara municipal da Covilh? insurge-se contra a subida dos pre?os da ?gua e das taxas de disponibilidade e de recolha e tratamento de res?duos s?lidos urbanos naquele munic?pio.
Por Nuno Miguel em 23 de Feb de 2009

O assunto foi abordado na última reunião pública da autarquia covilhanense.  Para Vítor Pereira "tratam-se de aumentos brutais e que penalizam os covilhanense fruto da opção do executivo em alienar 49% do capital social da empresa municipal águas da Covilhã”.  O vereador socialista critica ainda o facto de, "apesar de não ser obrigatório, a autarquia não ter apresentado a proposta de aumento ao executivo e se não fosse a obrigatoriedade de publicação dos valores em diário da república, os municípes seriam totalmente surpreendidos com este aumento".

Na resposta, o vice presidente da câmara municipal da Covilhã justifica a necessidade dos aumentos ´"com o equilíbrio económico das águas da Covilhã”, mas rejeita a ideia de penalização dos munícipes "em 70 por cento dos casos o aumento na factura vai ser de 20 cêntimos por mês, por isso não há aqui quaisquer aumentos brutais ao contrário do que afirma o vereador do PS".

João Esgalhado acrescenta que a autarquia realizou um estudo comparativo "entre esta opção e os municípios que aderiram ás águas do zêzere e côa” e podemos garantir que durante os próximos 2 anos os cidadãos da Covilhã vão pagar menos pela tarifa da água do que os de municípios vizinhos"

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados