RCB/TuneIn
Segunda, 20 Mai 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
FUTSAL- A D FUND?O DESPERDI?A DOIS PONTOS
A Desportiva do Fund?o n?o foi al?m de um empate a quatro golos na recep??o ao Odivelas, para a 19? jornada do campeonato nacional da 1? divis?o em futsal. Muitas ocasi?es para marcar mas muita falta de efic?cia na concretiza??o.
Por José Joaquim Ribeiro em 21 de Feb de 2009
O jogo começou com um domínio bem evidente dos fundanenses com Couto a enviar uma bola ao poste de Gameiro e o mesmo jogador a ter jogada de grande qualidade mas a desperdiçar na cara do golo, a falta de calma na hora de concretizar atraiçoaram a equipa que, mesmo sobre o final da primeira parte sofreu um golo que ninguém esperaria . O Odivelas não tinha criado qualquer oportunidade para marcar e não era previsível que tal pudesse acontecer . Aconteceu, numa eficácia a 100 % dos forasteiros. Giló foi o autor do remate certeiro, depois de assistência de Paiva.

Após o descanso o Odivelas manteve a mesma atitude e, logo aos 2 minutos voltou a marcar, de novo por Giló, após jogada de Paiva. A reacção dos fundanenses não se fez esperar, enviou, logo a seguir uma bola ao poste e no minuto seguinte marcou o primeiro, por Bruno César, a recarga a um remate de Vinicíus, relançando a partida. Aos 29 minutos os fundanenses lá conseguiram chegar à igualdade, de novo por Bruno César, que se limitou a confirmar uma jogada que Couto produziu e que só não deu golo porque Gameiro defendeu para a frente.

A Desportiva acreditou que podia ganhar o jogo e por isso tudo fez para dar a volta ao marcador. O 3-2 aconteceu aos 32’, por Couto, que concluiu uma jogada de grande classe, tirando do caminho todos os adversários que lhe apareceram pela frente, concluindo com êxito uma jogada fantástica. Como o resultado não era nada tranquilizante a equipa do Prof. José Luís acreditou que podia fazer mais e procurou o quatro golo que viria a alcançar aos 37’, por Bruno Pereira.

Parecia que já não lhe iria fugir a vitória, só que os erros defensivos foram fatais. Alguns segundos depois do quarto tento fundanense o Odivelas, na sequência de um livre faz, por Tiu o 4-3 e um minuto depois, num remate que parecia não levar perigo e que terá atraiçoado Carlinhos,  que acabou por ver a bola entrar de mansinho na sua baliza.

O empate a quatro não se ajusta minimamente ao que se passou na quadra, mas quem desperdiça como a Desportiva desperdiçou oportunidades corre o risco de não conseguir vencer os seus adversários. Por outro lado o empate é também um prémio para a equipa do Odivelas que nunca deixou de acreditar que podia levar do Fundão um resultado positivo.

Em grande plano já se encontra Couto. Numa altura em que as soluções para o técnico fundanense são extremamente reduzidas é importante que Couto volte a ser aquilo que sempre foi antes da lesão que sofreu no final do ano passado.

Leal Martins


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados