RCB/TuneIn
Terça, 02 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
"QUANDO A GENTE ANDAVA AO MINÈRIO"
Rádio Cova da Beira
É o título da exposição organizada pelo Centro Cultural Raiano em parceria com a Naturtejo, que é agora recebida em Salvaterra do Extremo (Idanha-a-Nova).
Por Paulo Pinheiro em 13 de Aug de 2013

No seu itinerário de dois anos pelas antigas paisagens mineiras do concelho de Idanha-a-Nova, a exposição “Quando a gente andava ao menério” chega aogora à freguesia de Salvaterra do Extremo, patente ao público no histórico edifício dos antigos Paços do Concelho até ao final do mês de Agosto.

A exposição “Quando a gente andava ao menério” mostra um passado menos conhecido da região, que remonta a tempos pré-romanos e que se estendeu até há década de sessenta, e que envolveu milhares de trabalhadores entre a Segunda Guerra Mundial e o inicío da Guerra Fria.

No entanto, a mostra realça um aspecto da grande riqueza em recursos naturais da região do Geopark Naturtejo da Meseta Meridional, de que a exploração mineira e de rochas ornamentais apresentam-se ainda hoje com viabilidade económica potencial, como testemunham os numerosos estudos efectuados na região.

No caso de Salvaterra do Extremo procura valorizar as importantes minas de chumbo dos Currais de Arvela, mas também as actividades informais em torno do estanho, do volfrâmio e do ouro, assim como as relações empresariais transfronteiriças em torno dos fosfatos nos finais do séc. XIX e, ainda e sempre o contrabando, actividade que ressalta da identidade de Salvaterra do Extremo e que, durante a Segunda Guerra Mundial, não poderia deixar de estar aqui presente também no que diz respeito aos grandes eixos internacionais do Volfrâmio.

É precisamente no Erges, rio que marca a fronteira, que têm surgido este ano algumas iniciativas promovidas pela Naturtejo em torno de práticas ancestrais relacionadas com a exploração de ouro, de que foram exemplos o Goldfest 2013 e o workshop de garimpo de ouro realizado no âmbito do Festival Salva a Terra.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados