RCB/TuneIn
Domingo, 18 Nov 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
3ª DIVISÃO NACIONAL – 21 JORNADA
O Sertanense ainda passou por um susto mas conseguiu dar a volta e somar os três pontos, quem esteve muito aquém das suas capacidades foi o Benfica e castelo Branco, que não foram além de um empate a dois golos. Muito bem estiveram Unhais da Serra, que goleou o Sourense, por 5-0 e o Penamacorense que venceu o Caldas por 1-0. A jornada só foi negativa para a Atalaia do Campo que perdeu por 2-0 em Pombal.
Por José Joaquim Ribeiro em 15 de Feb de 2009
 O líder do campeonato passou por um susto em casa do último da geral, mas depois os comandados de Eduardo Húngaro deram a volta completa ao resultado. O Torres Novas abriu o activo ainda no decorrer do primeiro quarto de hora de jogo, mas a mais valia da equipa da Sertã, que fez jus à sua condição de comandante viria a marcar três golos que não só contribuíram para conquistar os três pontos mas também para aumentar distâncias em relação ao segundo classificado, o Benfica albicastrense.

Em Castelo Branco os encarnados, que fizeram uma exibição muito fraquinha, não foram além de um empate, conseguido nos últimos minutos do desafio. Os comandados de Nuno Fonseca, que não se estão a dar nada bem com os ares do Vale do Romeiro, não conseguiram criar grandes sobressaltos à equipa que veio de Peniche e estes, como bons amigos que são, não desperdiçaram as facilidades concedidas, conseguindo ter dois golos de vantagem. Apesar desta vantagem de dois golos os jogadores do Benfica teimavam em não rematar à baliza adversária, ora, como os golos só podem acontecer se houver remates, é estranho que os encarnados tenham feito o primeiro pontapé à baliza do Peniche, aos 82 minutos, quando Miguel Vaz bateu um livre que acabou com a bola no fundo das redes. Com esta falta de apetência para rematar à baliza acabou por ser estranho o resultado final, visto que, no segundo remate que os encarnados desferiram, aos 86’, por Gil, conseguiram chegar ao empate. Dois remates nos últimos minutos, dois golos e, eficácia a 100%. Chegou ? não sabemos, mas achamos que um clube que segue na segunda posição tinha obrigação de ter feito mais e melhor. (Pode ler a crónica deste jogo neste site)

O Unhais da Serra encheu-se de brios e na tarde deste domingo levou de vencida um adversário, que por norma é difícil e logo por um concludente 5-0. O marcador começou por funcionar logo aos quatro minutos, por intermédio de Picas, o mesmo jogador aumentou para 2-0, aproveitando um erro do guardião contrário e como não há duas sem três eis que Picas faz um hat trick, com o golo que apontou aos 60 minutos. Com praticamente tudo decidido, quanto ao vencedor do encontro, os comandados de Nando, que se mostraram muito inspirados aos longo da partida, ainda aumentaram a parada com golos de Brígida, na sequência de um livre e por Vaz Alves, numa jogada de contra-ataque. Uma preciosa vitória, justa e merecida e que muito poderá contribuir para que o clube possa sair para os lugares de tranquilidade e manutenção. ( pode ler a crónica deste jogo neste site).

O Penamacorense conquistou um importante triunfo sobre um adversário que passa a lutar pelos mesmos objectivos. Foi de tal importância esta vitória que com ela conseguiu ultrapassar o adversário deste domingo e ficar a apenas quatro pontos do 6º posto aquele que também garante a manutenção directa no campeonato. A vitória sorriu à equipa de Vítor Cunha, aos 54 minutos, quando Tomás finalizou uma jogada que foi muito bem produzida pelos penamacorenses. Foi também uma vitória muito sofrida mas inteiramente justa.

A Atalaia do Campo perdeu em Pombal, com o Sporting local, por 2-0, mas a equipa de Joca, que teve muito mais posse de bola que o seu adversário, também não teve aquela pontinha de sorte que por vezes acompanha os audazes. A equipa foi audaz, foi combativa, controlou o jogo mas não foi suficiente para conquistar pontos. Também não contaram com uma arbitragem isenta, que muito prejudicaram a equipa do concelho do Fundão. Considerando a posição das duas equipas era natural que o favoritismo, que acabou por se verificar, fosse atribuído à equipa de Pombal, no entanto as indicações deixadas pelos jogadores e por toda a equipa deixam aberta a porta do sucesso, que no nosso entender, deverá ser procurada, fundamentalmente, nos jogos que a equipa tiver que realizar no seu recinto desportivo.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados