RCB/TuneIn
Quinta, 18 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
BOIDOBRA: PS APRESENTA CANDIDATO
Rádio Cova da Beira
João Cameira quer criar um gabinete de apoio ao investimento na Boidobra caso seja eleito novo presidente da junta de freguesia daquela vila nas eleições autárquicas de 29 de Setembro.
Por Nuno Miguel em 31 de Jul de 2013

Para o candidato socialista "esse gabinete pode ser muito importante para trazer investimentos para a nossa vila e também apoiar na elaboração de candidaturas que permitam um maior desenvolvimento". João Cameira garante que a aposta nas políticas de proximidade vai ser a sua grande bandeira e para isso quer reforçar o apoio directo às populações em diversas áreas "na saúde queremos reforçar a oferta existente no posto médico da freguesia com novos serviços de enfermagem, consultas de psicologia e outras valências; a parte agricola tem de ser valorizada e por isso propomo-nos criar o mercado do lavrador e também queremos criar projectos ocupacionais para cidadãos que estão desempregados e vamos bater-nos pela abertura duma cantina social na Boidobra".

Projectos que o candidato socialista à autarquia covilhanense prometeu apoiar, embora refira que a criação dum gabinete, na câmara da Covilhã, que se dedique exclusivamente à captação de investimentos como uma mprioridade. Vítor Pereira sublinha que "está a vender-se a ilusão de que vivemos no melhor ndos mundos quando a realidade nos demonstra que há pessoas a abandonar o concelho para rumarem a outras paragens devido à falta de emprego no nosso concelho; esse gabinete vai dedicar-se na integra à captação de novos investimentos nacionais e internacionais que permitam inverter essa tendência".

Ainda na área da dinamização económica, Vítor Pereira garante que a agricultura é outro dos sectores chave e que vai merecer a atenção dos socialistas. O mesmo se passa em relação à acção social "porque cada vez mais os nossos cidadãos sentem dificuldades em pagar as contas ao fim do mês".

Outra das prioridades que o candidato socialista promete concretizar, caso seja eleito, é a realização duma auditoria às contas da câmara da Covilhã. Vítor Pereira afirma que "ao contrário do que já ouvi essa auditoria não é para perseguir ninguém mas sim para definir, com rigor, qual é a situação da câmara para que dentro de quatro anos todos saibam qual foi o nosso ponto de partida e como vamos chegar ao final do mandato se os covilhanenses, como espero, nos derem essa confiança".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados