RCB/TuneIn
Quarta, 13 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
BAIRRO DAS PENHAS EM FESTA
Rádio Cova da Beira
Passadas décadas, os moradores do conhecido "bairro de lata" nas Penhas da Saúde podem começar a recuperar as habitações obedecendo aos critérios estipulados no protocolo assinado entre a câmara da Covilhã e 87 dos 98 moradores daquele bairro.
Por Paula Brito em 29 de Jul de 2013

A cerimónia foi o culminar de uma batalha com mais de 20 anos e que teve como principal inimigo, segundo Carlos pinto, "a falta de vontade política". O autarca recordou as dezenas de reuniões que realizou com outros tantos responsáveis de diversas pastas até chegar a este dia que o presidente da Penhasol considera "histórico e de viragem, quase não tenho palavras por termos conseguido isto, há 20 anos nunca imaginávamos que seria possível", desabafa Manuel Cameira que entregou ao presidente da câmara da Covilhã um retrato, do próprio, esculpido na madeira, como forma de agradecimento "por tudo o que fez neste processo". Agora há uma nova batalha pela frente, a obtenção da licença de habitabilidade. Um processo que segundo Carlos Pinto vai depender da próxima câmara municipal, "quem for eleito para a câmara tem que ter este gosto em ajudar estas pessoas, não pode ser como aqueles que votaram contra, ou aqueles que tendo votado dificilmente o fariam se eu não os convencesse, a vontade deles era muito pouca, para que agora, a seguir a esta intervenção, permitir que as pessoas, para além da propriedade do terreno, tenham também a propriedade registada da sua construção".

Para já o próximo passo é dos moradores que agora assinaram o protocolo e que poderão começar a recuperar as suas casas assim que apresentarem o projecto na autarquia.  José Luís Adriano é um dos 87 moradores que assinaram o protocolo e que pretende recuperar a casa que passou de geração em geração e que foi construída na década de 60 pela família que ali se deslocava para usufruir das boas condições de saúde para os problemas respiratório que tinha. Este dia é uma esperança que renasce "o que estamos a fazer é dar uma melhor resposta àquilo que são as novas exigências, é também o reconheicmento que o investimento, parco, das pessoas com poucos recursos naquela altura, pode ser adaptado a outras exigências". 

No bairro Penhasol existem já 6 habitações recuperadas (foto). Agora o objectivo é alargar esta recuperação a todo o bairro.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados