RCB/TuneIn
Terça, 02 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
"FEZ-SE JUSTIÇA"
Rádio Cova da Beira
Vereadores do PSD na câmara municipal da Covilhã reprovam o comportamento dos autarcas que exercem funções executivas na autarquia. Em causa a decisão do tribunal da Covilhã em dar à posse administrativa à junta de freguesia de Santa Maria do edifício onde funciona o “Espaço das Idades”.
Por Nuno Miguel em 28 de Jun de 2013

Outras da categoria:

Em conferência de imprensa, João Esgalhado afirmou que "depois desta decisão do tribunal a atitude que se justificava dos membros do executivo era um pedido de desculpas aos utentes e à junta de freguesia e não tomarem novas medidas de retaliação como foi a atitude do vice presidente da autarquia que assinou um despacho a determinar o corte do fornecimento de água". 

 

O vereador social democrata promete, na próxima reunião pública do executivo, levantar um conjunto de questões relacionados com despesas da autarquia e contratação de pessoal para a reabertura do espaço "vou querer saber que verbas foram gastas, qual o equipamento novo que foi adquirido e quero saber os funcionários que foram contratados, sem concurso público, para prestar serviços no espaço e que agora já não o vão poder fazer".

 

Na última reunião da autarquia covilhanense foi rejeitada uma proposta para que a autarquia alugasse um armazém para guardar os equipamentos que retirou do interior do “Espaço das Idades” e que pertencem à junta de freguesia de Santa Maria. João Esgalhado considera que essa proposta "é muito estranha" e deixou no ar a questão "será que o montante a pagar pelo aluguer era para financiar alguma campanha?"

Já Pedro Silva recorreu a declarações públicas do actual vice presidente da autarquia para referir que a primeira resposta em todo este processo já foi dada pelo tribunal da Covilhã "ele escreveu numa página duma rede social que a resposta seria dada pelos tribunais e a primeira resposta ai está; a próxima resposta será dada pelas populações do concelho nas próximas eleições autárquicas quando lhe provarem que ele não tem competência nem qualidades para ser presidente da câmara".

O vereador do PSD acrescenta que todo o imbróglio que tem envolvido o “Espaço das Idades” resulta "dum momento de demência contagiante que o município está a viver e em que os contagiados já estão mais dementes do que quem os contagiou e neste caso concreto a postura do senhor presidente da câmara é totalmente incompreensivel". 

Nesta conferência de imprensa o presidente da junta de freguesia de Santa Maria referiu que em breve os utentes do “Espaço das Idades” podem voltar a frequentar aquele edifício. Apesar de o presidente da junta de freguesia de Santa Maria ter anunciado que pretendia avançar com um novo projecto denominado “Fábrica dos Afectos”, para funcionar nas antigas instalações da empresa “Águas da Covilhã”, António Rebordão encontrou dificuldades na concretização dessa iniciativa "deparámo-nos com um cenário em que era preciso legalizar toda a parte da rede eléctrica uma vez que durante anos o fornecimento de energia foi feito através dum contador de obra e, como é óbvio, nós não podemos ali funcionar sem luz".

 

Na próxima segunda-feira o autarca vai reunir com o restante executivo da junta de freguesia afim de tomar uma decisão, uma vez que António Rebordão está convicto de que o actual “Espaço das Idades” é um local a termo "isto porque estou convicto de que a câmara vai deixar de pagar a renda, como já mandou cortar a água, e como tal a Rude vai exigir a nossa saída devido a essa situação; acho que só a eleição dum novo executivo nas próximas eleições autárquicas pode ultrapassar definitivamente este problema"

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados