RCB/TuneIn
Quarta, 22 Mai 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ABEL RODRIGUES PEDE ESCLARECIMENTOS À CMF
Rádio Cova da Beira
O deputado do PS na assembleia municipal considera que a interdição do tráfego a viaturas que transportem matérias perigosas em Alpedrinha está a causar constrangimentos aos automobilistas mas também a vários sectores de actividade que estão estabelecidos naquela vila do concelho do Fundão.
Por Nuno Miguel em 28 de Jun de 2013

Outras da categoria:

Na última reunião da assembleia municipal o deputado do PS deixou o exemplo dum constrangimento desse tipo e questionou o executivo no sentido de saber as medidas a tomar para resolver o problema "por exemplo as bombas de gasolina que existem em Alpedrinha não podem ser abastecidas; a câmara municipal, ao tomar esta medida, arranjou aqui um verdadeiro trinta e um pois as viaturas ou vão por Penamacor ou tem de seguir por São Vicente da Beira até ao Souto da Casa e era importante que a câmara esclarecesse esta assembleia sobre como vai resolver o assunto". 

Na resposta o presidente da câmara do Fundão sublinha que o problema do atravessamento de Alpedrinha já se arrasta há vários anos, mas até agora sem qualquer resposta por parte da empresa “Estradas de Portugal”. O autarca admite que "esta medida é uma forma de pressão no sentido de assegurar que a circulação das viaturas pesadas que transportem medidas perigosas passe a ser feito pelos túneis da Serra da Gardunha". De acordo com Paulo Fernandes "a circulação dentro dos dos túneis por parte deste tipo de viaturas é uma opção menos perigosa do que o atravessamento da vila histórica de Alpedrinha e por isso aquilo que esperamos é que esta nossa pretensão seja aceite em vez de as viaturas andarem no centro histórico da vila a colocar em risco pessoas e habitações".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados