RCB/TuneIn
Sexta, 15 Jan 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
DISTRITO: 428 ALUNOS NÃO FIZERAM EXAME
Rádio Cova da Beira
No distrito de Castelo Branco cerca de 430 alunos não realizaram o exame do 12.º ano de português devido à greve geral de professores que, na região centro, atingiu níveis de adesão entre os 85 e os 90%.
Por Paula Brito em 17 de Jun de 2013

Segundo o Sindicato dos Professores da Região Centro houve casos em que a adesão se situou acima dos 90% como destaca Dulce Pinheiro em relação ao distrito de Castelo Branco “é o caso da Amato Lusitano com 93,5%, em Belmonte 96%, a quinta das Palmeiras com mais de 98%, ainda na Covilhã a Campos Melo com 95% e Penamacor com uma adesão superior a 98%”.

Quanto à repercussão que a greve teve na realização dos exames nacionais de Português no distrito de Castelo Branco: em 30 das 63 salas previstas não se realizaram exames. No caso da Quinta das Palmeiras, na cidade da Covilhã, nenhuma sala funcionou, na Campos Melo, dos 123 alunos inscritos 91 não fizeram exame, e na Amato Lusitano, e na cidade de Castelo Branco a medida atingiu 129 alunos. Apesar da adesão, Dulce Pinheiro, denuncia a existência de situações irregulares que vão ser denunciadas pelo sindicato. O exemplo deixado pela dirigente sindical ocorreu no agrupamento Pedro Álvares Cabral em Belmonte “das 3 salas que estavam indicadas, funcionaram duas, e funcionaram com 4 professores, entre os quais o director que esteve a fazer vigilância, com a ausência do secretariado de exames, nós vamos denunciar esta situação irregular que ronda a ilegalidade”.

Segundo o Ministério da Educação mais de 70% dos alunos realizaram os seus exames e 73% das escolas com exames marcados realizaram-nos a 100%”. O ministro marcou para 2 de Julho, às 9.30, a realização do exame para os alunos que hoje não o puderam fazer. No caso do distrito, são 428 os alunos que estão nessas circunstâncias.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados