RCB/TuneIn
Sexta, 15 Jan 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ALDEIA DE JOANES EM FESTA
Rádio Cova da Beira
Para complementar a realização da iniciativa "ciclo do pão" que decorreu no último fim de semana, a junta de freguesia de Aldeia de Joanes e a câmara municipal do Fundão inauguraram a nova variante da localidade e as obras de ampliação do forno comunitário.
Por Nuno Miguel em 17 de Jun de 2013

As obras de ampliação do forno comunitário custaram cerca de 36 mil euros, apoiadas por uma candidatura apresentada à associação "Rude" e que permitiram duplicar a capacidade de resposta daquela estrutura e requalificar toda a zona envolvente. António Carvalho, presidente da junta de freguesia de Aldeia de Joanes, refere que a partir de agora estão reunidas condições para que o equipamento possa funcionar todos os dias da semana "esse é o nosso grande objectivo uma vez que o actual executivo da junta nunca quis que o forno fosse demolido e procurámos sempre que ele voltasse à sua actividade original; para além disso a obra de requalificação externa também nos permitiu criar aqui um auditório ao ar livre que era um espaço que a freguesia necessitava".

 

Já o presidente da câmara do Fundão refere que esta "esta não é mais uma obra mas sim é uma das que mais se relaciona com a identidade própria de Aldeia de Joanes". Paulo Fernandes sublinha que "com a ampliação deste forno consegue-se também um preservar das memórias e da tradição desta comunidade".

Em dia de festa foi também inaugurada a nova variante. Um investimento a rondar os 11 mil euros e que permite evitar os constrangimentos rodoviários que se faziam sentir junto à igreja matriz da aldeia. De acordo com o presidente da junta de freguesia, António Carvalho "não foi possível, devido à conjuntura de crise executar o projecto inicial que era construir uma variante que circundasse toda a aldeia pelo que tivemos que encontrar uma solução e hoje é um dia muito feliz para as nossas populações porque este objectivo foi concretizado".

Paulo Fernandes, presidente da câmara do Fundão sublinha que a concretização deste investimento permitiu concretizar vários objectivos "por um lado permitiu-nos preservar um património da aldeia, que é a igreja matriz, que estava todos os dias ameaçado com a circulação rodoviária intensa que se fazia sentir naquela via; depois permite que as viaturas pesadas que diariamente se deslocam para a empresa «twintex» tenham aqui uma forma de evitar esse constrangimento e por fim também nos permite criar um novo ponto de acesso a localidades vizinhas como é o caso de Aldeia Nova do Cabo; penso que era uma obra que já devia estar construída há muito tempo mas, como diz o adágio popular, mais vale tarde do que nunca".

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados