RCB/TuneIn
Segunda, 22 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
FARROMBA APRESENTA PROPOSTAS
Rádio Cova da Beira
O candidato independente à presidência da câmara municipal da Covilhã nas próximas eleições autárquicas apresentou, em conferência de imprensa, as principais medidas que quer implementar, se for eleito para o cargo, na área do associativismo.
Por Nuno Miguel em 31 de May de 2013

Por entre as primeiras medidas, Pedro Farromba destaca a casa das colectividades "trata-se de um edifício que vai funcionar no centro histórico da cidade e que será a sede de todas as colectividades sem sede mas também um espaço em que todas podem desenvolver actividades e partilhar um conjunto de serviços comuns; este espaço será complementado com um museu do associativismo em que vamos poder apresentar o património riquíssimo que o movimento associativo tem no nosso concelho".

O candidato quer ainda implementar novas formas de colaboração entre todas as associações do concelho e um dos projectos que pretende desenvolver nessa área é a criação, na internet, duma plataforma de serviços gerais "trata-se duma ideia que tem como grande objectivo colocar as colectividades em diálogo permanente entre si e poderem rentabilizar recursos e serviços entre elas".

A criação dum novo modelo de apoio às colectividades é outro dos objectivos. Pedro Farromba sublinha que "no próximo orçamento municipal vai haver três rubricas distintas; uma para apoiar a realização de obras nas sedes, outra que vai ficar reservada para apoiar a realização de iniciativas e uma terceira que vai ficar em aberto, como um orçamento participativo, mas que apenas vai apoiar a realização de projectos conjuntos das colectividades.

Outra das novidades, afirma o candidato "é a criação de um fundo de emergência de apoio às colectividades, que espero que nunca seja utilizado, e que será financiado com as verbas para apoiar iniciativas que não forem utilizadas"  

Por entre as medidas apresentadas, o candidato quer ainda valorizar o papel do dirigente associativo permitindo o seu acesso gratuito a um conjunto de espectáculos organizados pela autarquia assim como aos equipamentos municipais e propõe-se recuperar a organização das marchas populares da Covilhã.

 

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados