RCB/TuneIn
Terça, 02 Jun 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
CARLOS PINTO DESVALORIZA CRÍTICAS
Rádio Cova da Beira
Em causa a conferência de imprensa do presidente da associação cultural da Beira Interior, Luís Cipriano, que afirmao que a câmara da Covilhã vai ter de pagar, por decisão judicial, 100 mil euros à instituição devido ao rompimento unilateral dum acordo de colaboração celebrado em 2002.
Por Nuno Miguel em 28 de May de 2013

Questionado sobre o tema pela RCB, Carlos Pinto garante que "a câmara vai cumprir com todas as decisões que os tribunais venham a tomar; esse assunto ainda está a ser analisado pelo gabinete jurídico mas creio que estão a ser faladas situações definitivas que não o são ainda e o assunto ainda não está tão próximo do fim como se diz".

O presidente da câmara da Covilhã sublinha que, a haver qualquer valor a pagar, ele será mais pequeno do que o facto de Luís Cipriano não ter alimentado um clima de guerrilha na última década "o custo desse protocolo é relativamente pequeno comparado com o facto de não termos tido essa pessoa em clima de guerrilha constante; a caracteristica mais importante não é a música que se ouvia das suas actuações mas simplesmente a tentativa de fazer valer prerrogativas para facturar".

Já quanto ao anúncio de que a associação cultural da Beira Interior vai interpor, contra si, uma queixa por dolo, Carlos Pinto afirma que "já não é o primeiro anúncio grande e eloquente de coisas que não tem qualquer visibilidade; trata-se duma pessoa sem credibilidade, que recorre ao fala baratismo e como tal não adianta nem atrasa aquilo que ele possa anunciar quanto a mim".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados