RCB/TuneIn
Sexta, 29 Mai 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
JOAQUIM MATIAS ENVOLTO EM POLÉMICA
Rádio Cova da Beira
O candidato do PSD à presidência da câmara municipal da Covilhã, foi nos últimos três anos consultor de duas empresas de construção civil que celebraram contratos de ajuste directo com as câmaras do Fundão e da Covilhã.
Por Paulo Pinheiro & Nuno Miguel em 25 de May de 2013

De acordo com a edição deste sábado (25 Maio) do Correio da Manhã, as empresas do grupo Bernardo e Bernardo, da qual Joaquim Matias era consultor, realizaram o maior número de ajustes directos com a câmara municipal do Fundão. Entre 2008 e 2011 foram celebrados 23, que permitiram uma facturação de 1 milhão e 600 mil euros.

A construção do centro escolar do Fundão e a expropriação do cinema Gardunha foram duas das obras que nunca concretizadas.

Em declarações ao jornal, Joaquim Matias afirma que os seus serviços foram solicitados "devido ao facto de ter muitos contactos devido à sua anterior actividade política" e este trabalho "não era incompatível uma vez que já estava afastado da vida política".

De acordo com o CM, o actual executivo do Fundão confirma os valores dos ajustes directos.   


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados