RCB/TuneIn
Quinta, 18 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CONTAS APROVADAS
Rádio Cova da Beira
Santa Casa da Misericórdia da Covilhã fechou o ano 2012 com um prejuízo de 11 mil euros. Os números fazem parte do relatório e contas da mesa administrativa que foi aprovado por unanimidade na última assembleia geral da irmandade.
Por Nuno Miguel em 30 de Apr de 2013

Outras da categoria:

Um resultado que deixa muito satisfeito o provedor da instituição uma vez que foram ultrapassados os défices elevados que se verificaram em 2010 e 2011 "foram anos em que o passivo cresceu cerca de meio milhão de euros e no ano passado fechámos o exercício com um prejúizo de apenas 11 mil euros que é um número perfeitamente recuperável atendendo às actividades em que temos estado envolvidos".

Pedro Paiva acrescenta que "no ano passado a instituição elevou ligeiramente o seu endividamento bancário mas acabou com os pagamentos em atraso aos fornecedores que hoje são pagos quase ao dia; conseguimos recuperar a credibilidade junto de quem nos fornece e isso é um dado extremamente importante".

Quanto à resolução do passivo, que ronda os 4 milhões de euros, Pedro Paiva refere que "as medidas de gestão que estão a ser implementadas vão levar algum tempo até surtir efeito pelo que a grande prioridade vai para não aumentar esse montante".

O provedor da misericórdia da Covilhã referiu ainda que a instituição recebeu recentemente a visita duma equipa de avaliação do ministério da saúde. Em causa está a dívida do governo à instituição pelo pagamento de rendas de utilização do antigo hospital da Covilhã. Pedro Paiva refere que ainda não recebeu qualquer dado sobre a avaliação efectuada mas recorda que esse montante, que pode chegar aos 500 mil euros, "é fundamental" para a sustentabilidade financeira da misericórdia.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados