RCB/TuneIn
S√°bado, 17 Abr 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CENTRO ESPECIALIZADO PARA DEMÊNCIAS NA PANASQUEIRA
Rádio Cova da Beira
Centro Comunit√°rio das Minas da Panasqueira vai ter uma especializa√ß√£o para doentes com dem√™ncia. √Č a nova aposta da Uni√£o das Miseric√≥rdias que em breve vai abrir o primeiro centro especializado nesta √°rea em F√°tima. O da miseric√≥rdia do Fund√£o, nas Minas da Panasqueira, ser√° pioneiro no interior do pa√≠s.
Por Paula Brito em 26 de Mar de 2013

Segundo Jorge Gaspar, “esta unidade funcionará como unidade piloto onde outras misericórdias do país que venham abrir esta valência, possam ali fazer formação”. Segundo o provedor da misericórdia do Fundão a nova especialização não obriga à reformulação do projecto inicial, apenas a alguns ajustes, sobretudo no exterior do edifício “o objectivo é dar liberdade em segurança a estes doentes que têm algumas especificidades”. O projecto, superior a um milhão de euros, está aprovado por fundos comunitários e terá que estar concluído até final do ano.

Na assembleia geral de apresentação de contas, o padre Jorge Colaço, manifestou alguma preocupação pelo passivo ainda elevado da instituição e alertou para o facto de “talvez já não haver espaço para grandes investimentos”, porque apesar das comparticipações, há uma componente própria que a instituição tem que assegurar. Para equilibrar financeiramente a instituição Jorge Colaço disse que se alguma valência tiver que ser fechada, não o repugna, dando como exemplo a Academia de Música e Dança do Fundão. Na resposta o provedor da instituição, Jorge Gaspar entendeu que se tratou apenas de um exemplo e deixou claro que não é intenção da misericórdia fechar a academia, apesar de parecer que não se enquadra no espírito da misericórdia “a academia é muito importante no funcionamento e qualidade de outras valências da misericórdia, é muito importante pelo emprego directo e indirecto que proporciona, a academia é ainda muito importante na área da educação, onde as misericórdia também têm uma importante função”.

Assembleia geral da Santa Casa da Misericórdia do Fundão aprovou por unanimidade relatório e contas de 2012. O ano mais difícil da instituição desde que a actual equipa está à frente da mesa administrativa. A misericórdia do Fundão encerrou o ano 2012 com um resultado líquido negativo de 117 mil euros, mais 27 mil que no ano anterior. Apesar das dificuldades, em 2012 foi possível reduzir o passivo em mais de 200 mil euros, situando-se actualmente nos 5 milhões 379 mil euros. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados