RCB/TuneIn
Sexta, 22 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
OURONDO SEM LISTAS E... SEM VOTOS
Rádio Cova da Beira
A agregação de Ourondo e Casegas está a dificultar a formação de listas para as próximas autárquicas na freguesia do Ourondo. Segundo o actual presidente de junta, que não se pretende recandidatar, além de formar listas vai ser difícil levar os ourondenses às urnas.
Por Paula Brito em 22 de Mar de 2013

A completar o primeiro mandato à frente da junta de freguesia do Ourondo, José Rito Agostinho não pretende apresentar candidatura à futura junta de freguesia de Casegas e Ourondo. O cenário de agregação das duas freguesias do concelho da Covilhã, ditou o afastamento do autarca “se Ourondo não agregasse recandidatar-me-ía, com a agregação certamente não serei candidato, e digo mais, não sei se conseguirão arranjar candidatos no Ourondo”. A juntar a esta dificuldade está “a situação complicada a nível político que vive a Covilhã e que não vai ajudar muito a que se consigam listas conjuntas”.

Segundo José Rito Agostinho, para além de ser difícil formar uma lista no Ourondo, vai ainda ser mais difícil levar os ourondenses a votar “não me compete a mim dizer que isso vai acontecer mas pela revolta que eu presencio todos os dias, não vai ser fácil”.

Uma revolta patentes nos diversos testemunhos que a RCB recolheu ao longo desta semana em que esteve em destaque o Ourondo no programa “Neste lugar da Beira”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados