RCB/TuneIn
Quinta, 24 Set 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
ABAN?O NO CLUBE
Era preciso fazer algo para alterar o estado de coisas na Atalaia do Campo e a sa?da do treinador foi o caminho encontrado, refere Jo?o Torres em declara??es ? RCB. A mudan?a no comando t?cnico foi decidida na passada quinta-feira.
Por César Duarte Ferreira em 29 de Jan de 2009
Era preciso mudar alguma coisa no clube. Foi desta forma que o presidente da Atalaia do Campo justificou a mudança de treinador da equipa. João Torres, espera que o novo técnico Joca consiga, com trabalho, manter a equipa na terceira divisão nacional. A decisão de despedir Paulo Serra foi tomada na passada quinta-feira, porque segundo o presidente “era necessário fazer algo. Uma equipa que não ganha à 10 ou 11 jogos não está bem. Era preciso dar um safanão nas coisas e na quinta-feira reunimos e tomámos a decisão. Confesso, com toda a frontalidade, que não estava à espera do resultado de Domingo.”


Declarações à RCB, do presidente da Atalaia do Campo, no primeiro dia de trabalho do novo treinador Joca Mariano à frente da equipa. João Torres garante que “o treinador contratado foi sempre a primeira opção e o seu nome foi aprovado por unanimidade no seio do departamento de futebol. Conhecendo o Joca como homem, com jogador e treinador, acho que a nova solução é o mais certo para tirar a equipa desta situação.”


O presidente do ultimo classificado da série D da terceira divisão, elogia o novo treinador: “pela sua maneira de treinar, de disciplinar e com os seus conhecimentos desportivos tem todos os atributos para tirar a Atalaia desre último lugar, porque a equipa não merece e o plantel não merece esta classificação.”

Estreia do novo treinador já no Domingo em casa frente ao Lousanense. Um encontro para acompanhar em directo aqui na RCB.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados