RCB/TuneIn
Sábado, 20 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CANDIDATO A BASTONÁRIO NA COVILHÃ
Rádio Cova da Beira
Jorge Neto quer travar o aumento da massificação de advogados em Portugal. O candidato a bastonário da ordem esteve reunido com vários advogados da região a quem apresentou as suas principais linhas programáticas ao acto eleitoral que vai decorrer no próximo mês de Novembro.
Por Nuno Miguel em 27 de Feb de 2013

Para Jorge Neto "há um número excessivo de cursos de direito em Portugal o que faz com que o número de advogados existente seja superior à média da Europa; essa é uma situação que quero rever em conjunto com os ministérios da justiça e da educação para dotar os cursos de uma maior qualidade e evitar a sua massificação nas universidades públicas e privadas". 

Outra das alterações propostas pelo candidato é que o acesso à profissão seja apenas permitido aos detentores de mestrado "uma vez que, com a implementação da declaração de Bolonha, há advogados que partem em desvantagem em relação a outros colegas".

Jorge Neto alerta ainda para a existência de um número elevado de advogados, perto de 100 mil, que apenas subsistem através do apoio judiciário e em que as verbas são pagas muito tardiamente. O candidato a bastonário tem uma proposta concreta no sentido de regularizar o pagamento dos honorários "trata-se de criar um organismo tripartido entre a ordem, o ministério da justiça e a associação Portuguesa de bancos para que exista um montante reservado que assegure o pagamento num curto espaço de tempo evitando dessa forma que os advogados tenham de esperar meses até receberem o seu dinheiro".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados