RCB/TuneIn
Domingo, 24 Out 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
MUSEU DO FUNDÃO APAGA 6 VELAS
Rádio Cova da Beira
Museu arqueológico municipal do Fundão foi visitado nos últimos seis anos por cerca de 15 mil pessoas, sobretudo jovens estudantes do ensino básico ao universitário.
Por Paula Brito em 25 de Feb de 2013

O director do museu destaca a vertente pedagógica do projecto que nasceu há 6 anos e que é já um dos museus mais premiados do país “em 2008 recebeu menção honrosa na categoria de melhor museu nacional, depois tivemos a nossa revista cientifica Eburóbriga foipremiada logo a seguir e em 2011 recebemos o prémio dos melhores serviços educativos”.

Outra das particularidades do museu é a existência de vários núcleos espalhados pelo concelho como é o caso de Castelo Novo, Barroca, Donas e Valverde. Segundo João Mendes Rosa, há ainda espaço para a criação de novos núcleos, uma vez que  abertura do museu arqueológico municipal do Fundão, permitiu ainda nos últimos 6 anos a realização de um trabalho de pesquisa e investigação que trouxe à luz do dia um acerto de milhares de peças “desde 2007 temos conseguido fazer um levantamento arqueológico mais sistemático e desse levantamento que tem sido uma aposta da câmara municipal temos enriquecido as nossas colecções ao ponto de termos neste momento algum acervo que poderá estar na origem da abertura de outros núcleos no futuro”.

O mais recente inquilino do museu municipal José Alves Monteiro, é uma estela datada da idade do bronze final, entre 1200 a 1000 AC, onde se encontram gravados vários elementos “é um dos artefactos mais apetecidos pelo público sobretudo universitário pelas peculiaridades que encerra, é a maior estela da Europa, que vem preencher um vazio que existia na leitura do primeiro milénio AC na Beira Interior”.

A estela foi encontrada no ano passado na freguesia do Telhado, onde foram descobertos outros artefactos que indiciam a existência de um povoamento antigo no local. É esse povoado da pré-história que está representado naquela que é a mais recente exposição do Museu designada Souto do Senhor, numa referência ao local onde foram feitas as descobertas.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados