RCB/TuneIn
Domingo, 31 Mai 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
THIERRY GUEORGIOU E SIMONE NIGGLI ARRASARAM EM IDANHA-A-NOVA
Rádio Cova da Beira
Foram eles os grandes vencedores do Portugal O' Meeting 2013, que durante quatro dias se realizou em Idanha-a-Nova, demonstrando de forma plena o porquê de serem os melhores orientistas de sempre.
Por Paulo Pinheiro em 15 de Feb de 2013

Foram quatro dias de competição intensa nesta XVIII edição do POM, a maior e mais prestigiada prova de Orientação pedestre de Portugal.

Com um lote de atletas invejável, 57 do TOP 100 em Elite Masculina e Feminina, excelentes arenas e mapas de grande qualidade caracterizaram esta edição do POM.

O evento contou com um programa vasto, sendo 2 etapas  em Idanha-a-Nova (distância Longa e distância Média) e duas etapas em Cidral, Monsanto (distância Longa e distância Média), mais duas provas de sprint extra-competição mas muito participados. A somar a estes seis eventos o POM teve a particularidade de ser também um desporto inclusivo, contando com uma etapa da Taça de Portugal de Orientação de Precisão vocacionada para pessoas com dificuldades de mobilidade. 

THIERRY GUEORGIOU E SIMONE NIGGLI não deram hipóteses à concorrência vencendo as 4 etapas do evento. Thierry deixou o seu compatriota da mesma equipa (Kalevan Rasti) Philippe Adamski a quase nove minutos e Albin Ridefelt (OK Linné) a mais de 10 minutos no somatório das 4 etapas.No sector feminino a vantagem ainda foi maior  com Simone Niggli a conseguir 11:37 de vantagem sobre Annika Billstam (OK Linné) e 12:48 sobre Amélie Chataing (Kalevan Rasti).

Os favoritos confirmaram as previsões, mas devemos salientar as revelações Catherine Taylor e Albin Ridefelt com o 4ª e 3ª lugar respectivamente em Super Elite Masculina e na Elite Feminina. Nordic Orienteering Tour será o meu próximo grande objetivo Findas as emoções da competição, Simone Niggli não escondia o seu contentamento:

«Estou muito contente. Foram provas muito técnicas todos os quatro dias de competição. Hoje em particular  cometi um erro no penúltimo ponto, foi realmente uma pena, mas foi bom e estou contente com a minha prestação.» Num mesmo mapa e terreno, a prova do terceiro dia, apesar de tudo, foi aquela que mais agradou à atleta: «Sim, hoje foi o dia da consagração mas a prova mais importante era a do terceiro dia, foi aquela na qual mais me foquei e foi realmente aquela que mais apreciei. Hoje foi mais uma prova turística, já que a percurso levava-nos ao cimo destas montanhas e pude apreciar também a paisagem.»

Mas a temporada só agora está a começar e Simone Niggli tem um longo caminho a percorrer até chegar a Vuokatti, na Finlândia, onde em Julho irão decorrer os Campeonatos do Mundo de Orientação: «Vou continuar com a minha preparação de Inverno, uma vez que as provas importantes ainda estão a uma distância muito grande, mas poderei dizer que o Nordic Orienteering Tour será o meu próximo grande objetivo.»  

«Este é o meu lugar!» 

No setor masculino, Thierry Gueorgiou era, tal como Simone Niggli, um vencedor mais que antecipado, tal a vantagem sobre os seus mais diretos opositores. Não enjeitando a hipótese de mais uma grande prestação, o atleta francês voltou a ser o melhor em prova, terminando o seu percurso no tempo de 1:12:15. Philippe Adamski foi o segundo classificado na prova de hoje, com apenas mais 45 segundos que o seu compatriota e colega de equipa, logrando ultrapassar o sueco Albin Ridefelt na classificação final e chegar ao segundo lugar do pódio. Ridefelt foi o terceiro classificado, depois de hoje ter perdido 4:57 para Thierry Gueorgiou.

«O Portugal O' Meeting é sempre uma competição de alto nível e sabemos que nunca saímos daqui desapontados», começaria por referir Thierry Gueorgiou, acrescentando: «Para mim o POM é também o momento de aferir a minha forma nesta altura da temporada, quebrando o Inverno em duas partes. Treinei muito bem antes, espero continuar a treinar bem e este é o momento de fazer um treino especial, no 'modo de competição' e as minhas expectativas não saíram goradas.»

Questionado sobre qual o momento que mais o marcou neste POM 2013, o atleta não precisou sequer de pensar: «É sempre o mesmo. É quando chegamos a esta ou a qualquer outra Arena e descobrimos estas montanhas fantásticas, sabemos logo que temos pelo frente um dia fantástico de Orientação. Aconteceu o mesmo em Monsanto, uma aldeia pequenina com o Castelo bem lá no alto, sabemos logo que podemos esperar algo de muito especial. Quando somos verdadeiramente apaixonados pela Orientação e gostamos deste tipo de desafios, aí paramos o carro na Arena, olhamos à volta e dizemos a nós próprios: Este é o meu lugar!» 

Depois de Nisa e Idanha-a- Nova a caravana Orientista desloca-se no próximo fim-de-semana para a Praia do Osso da Baleia em Pombal onde terminará um ciclo fantástico de três eventos da Liga Mundial em Portugal. 

Resultados Finais Homens Super-Elite

1º Thierry Gueorgiou (Kalevan Rasti) 3:25:172º Philippe Adamski (Kalevan Rasti) 3:34:483º Albin Ridefelt (OK Linné) 3:36:464º Tue Lassen (Vaajakosken Terä) 3:45:265º Milos Nykodym (Kristiansand OK) 3:47:516º Doug Tullie (TUME) 3:48:287º Matthias Kyburz (Swiss Team) 3:49:358º Alexey Sidorov (AngA) 3:49:439º Andreu Blanes (Colivenc) 3:52:1510º Hector Haines (Individual GBR) 3:52:23 

Damas Elite 1º Simone Niggli (Swiss Team) 3:13:402º Annika Billstam (OK Linné) 3:25:173º Amélie Chataing (Kalevan Rasti) 3:26:284º Catherine Taylor (OK Linné) 3:26:505º Celine Dodin (HVO) 3:31:286º Svetlana Mironova (Hellas) 3:33:557º Emily Kemp (Individual CAN) 3:36:028º Riina Kuuselo (Individual FIN) 3:37:229º Anastasia Tikhonova (MS Parma) 3:38:59  e 10º Sofia Haajanen (Individual FIN) 3:44:30

 

 

 

FONTE: Organização do evento.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados