RCB/TuneIn
Domingo, 25 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
SCMC APRESENTA INCUBADORA SOCIAL
Rádio Cova da Beira
Estão reunidas as condições para que o projecto de criação duma incubadora social da Covilhã arranque no imediato. O anúncio feito pelo provedor da santa casa da misericórdia durante um seminário sobre a economia social organizado em parceria com a representação em Portugal da Comissão Europeia.
Por Nuno Miguel em 21 de Jan de 2013

Pedro Paiva refere que esse projecto "vai dar particular atenção a uma área que ainda não é muito dinamizada em Portugal que é a criação de auto-emprego e numa altura de crise como esta pode ser uma forma de algumas famílias encontrarem novas formas de subsistência". A incubadora vai funcionar no centro histórico da Covilhã e o provedor da misericórdia sublinha que "já há alguns projectos que podem começar a ser implementados em breve pelo que estão reunidas as condições para o projecto avançar a curto prazo".

Um debate em que Pedro Paiva alertou ainda para a necessidade de reforçar a componente de apoio à economia social "trata-se duma área que, em muitos casos, se afirma como um verdadeiro motor de desenvolvimento das comunidades locais, que está próximo das pessoas, e que pode dar uma resposta quase imediata ao aumento do número de solicitações".

Também o vice reitor da universidade da Beira Interior considera fundamental reforçar a aposta nesta área. Vítor Cavaleiro sublinha que "numa altura de crise como a actual, sem economia social as dificuldades seriam ainda maiores e por isso este é um caminho que devemos continuar a trilhar".

No distrito de Castelo Branco as instituições de economia social empregam cerca de 3900 pessoas. Um número que, de acordo com o director do centro distrital de segurança social "é revelador da importância que as IPSS tem assumido no contexto local". Por isso Melo Bernardo sublinha que "mais importante que criar novas ofertas, a aposta deve incidir sobretudo no reforço da qualidade para que as nossas populações se sintam cada vez mais acompanhadas".

Já o vice presidente da câmara da Covilhã alerta para a necessidade de reforçar a aposta em rede. Pedro Farromba sublinha que para o final deste mês está agendada uma reunião da estrutura supra municipal da Cova da Beira, que engloba os municipios da Covilhã, Belmonte e Fundão "vamos, de certeza, encontrar formas de optimizar os recursos existentes por forma a dar uma melhor resposta às solicitações dos cidadãos mas dentro duma lógica de rede e de parceria que até agora não existe na área social".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados