RCB/TuneIn
segunda, 26 set 2022
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
FINANCIAMENTO POR LIQUIDAR
A c?mara de Manteigas ainda n?o liquidou a parte que lhe competia do acordo inter-municipal referente ?s obras de requalifica??o da estreda entre Verdelhos e Vale de Amoreira.
Por Nuno Miguel em 20 de Jan de 2009

O protocolo para a requalificação da estrada foi celebrado em 2003 pelas autarquias de Manteigas e da Covilhã e contemplava que cada uma das autarquias iria comparticipar, em partes iguais, a execução dos trabalhos. Desde 2007 que a estrada está aberta às populações, mas até à data a autarquia de Manteigas "ainda não comparticipou com um cêntimo da despesa, quando já leveria ter liquidado 590 mil euros" diz Luís Barreiros.

O vereador da câmara municipal da Covilhã expressou a sua preocupação sobre o assunto na última reunião pública do executivo, acrescentando que "o entendimento de Manteigas è que deve ser a câmara da Covilhã a pagar na integra os custos da obra e só depois está disponível para fazer o reembolso. Uma situação com a qual nós não podemos concordar".

Luís Barreiros diz que "a situação é grave até porque a obra foi candidatada a fundos comunitários e caso o problema não seja ultrapassado rápidamente há o risco de virmos a perder essa componente do financiamento".

João Esgalhado, vice presidente da câmara municipal da Covilhã, diz ter ficado "surpreendido" com esta situação "até porque sempre tivemos um bom entendimento com Manteigas". O autarca garante que "vão continuar a ser envidados todos os esforços no sentido de regularizar a situação, até porque a obra teve custos superiores a 1 milhão de euros e não podemos esperar indefinidamente por uma resposta". 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2022 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados