RCB/TuneIn
Quinta, 17 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
NÚMERO DE CASOS NÃO AUMENTA
Rádio Cova da Beira
Avanços na medicina estão a permitir travar o aumento do número de casos de paramiloidose. A afirmação feita pela médica Teresa Coelho, uma das maiores especialistas mundiais no tratamento da chamada “doença dos pezinhos” durante um debate sobre o tema que decorreu na faculdade de ciências da saúde da UBI.
Por Nuno Miguel em 19 de Dec de 2012

Com uma maior prevalência nas zonas de Vila do Conde e de Unhais da Serra, a paramiloidose é uma doença que pode lavar à incapacidade e é transmissível de país para filhos; dai que uma das grandes apostas resida em novas técnicas de reprodução assistida que permitam travar a doença "esse é um trabalho que está a ser feito mas que só vai ter resultados dentro de alguns anos; de qualquer forma essas novas metodologias de reprodução assistida vão permitir travar a propagação desta doença".

Em Portugal está também já a ser utilizado um novo medicamento; o tamafidis, que depois de anos em testes já está a ser utilizado nas consultas de especialidade em Lisboa e Coimbra. Teresa Coelho refere que "a utilização deste fármaco é muito importante para melhorar a qualidade de vida dos doentes, mas a sua utilização terá sempre de ser feita de forma controlada devido aos custos do medicamento e ao acompanhamento permanente a que a sua utilização obriga".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados