RCB/TuneIn
Segunda, 08 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
PORTAGENS NA A 23 CAUSAM PREJUÃŒZOS
Rádio Cova da Beira
A circulação automóvel na auto estrada da Beira Interior diminuiu 50 por cento no último ano; altura em que foram colocadas portagens naquela via. São os dados revelados por José Lourenço, deputado do PCP na assembleia da república, que ontem esteve reunido com a comissão de utentes para analisar os impactos dessa medida tomada pelo governo e que entrou em vigor a 8 de Dezembro de 2011.
Por Nuno Miguel em 18 de Dec de 2012

Outras da categoria:

Como principais impactos negativos da colocação de protagens, José Lourenço aponta "o maior desgaste das estradas nacionais, a diminuição da segurança rodoviária e as expectativas frustradas junto dos empresários que aqui se instalaram; sm suma trata-se duma medida que não teve em conta as verdadeiras necessidades dos cidadãos e das empresas".

O deputado do PCP considera que a colocação de portagens trouxe ainda beneficíos de vária ordem à empresa concessionária "por um lado continua a receber o dinheiro da concessão por parte do estado e por outro lado está a poupar em custos de manutenção uma vez que se há menos automóveis a circular não tem necessidade de fazer certo tipo de investimentos". 

O PCP quer que a questão da A 23 seja analisada na próxima audição da comissão parlamentar de inquérito às parcerias publico/privadas, no inicio do próximo ano. José Lourenço refere que os deputados esperam apresentar nesse encontro as conclusões do fórum contra as portagens, que decorre a cinco de Janeiro em Viseu. Para o deputado do PCP a colocação de portagens na A 23 "é uma medida extremamente injusta para o interior e deve ser revogada o quanto antes a bem das populações e do desenvolvimento económico da região".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados