RCB/TuneIn
Terça, 09 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
CHBI FALHOU POR CAUSA DE JOAQUIM MORÃO
O presidente da câmara de Castelo Branco foi o principal responsável pelo fim do processo do centro hospitalar da Beira Interior. A afirmação é do antigo presidente do conselho de administração da ULS da Guarda. Fernando Girão entende que a posição do autarca se ficou a dever ao entendimento de que o hospital de Castelo Branco iria perder protagonismo face aos hospitais da Guarda e da Covilhã.
Por Nuno Miguel em 18 de Dec de 2012

Numa entrevista à Rádio Altitude, Fernando Girão revela que "depois de entender que Castelo Branco iria ficar com menos protagonismo que a Covilhã e a Guarda ele foi falar directamente com o então ministro da saúde e partir dai ficou definido que cada um dos hospitais iria correr a solo; foi então que se formalizou a criação das duas ULS".

Cerca de um ano depois de ter abandonado a liderança da ULS da Guarda, Fernando Girão olha com desconfiança para o projecto do pólo de saúde da Beira Interior "está visto que um projecto como o CHBI não dá; tudo porque há dificuldades de relacionamento entre a Covilhã e Castelo Branco que não permitem chegar a nenhum entendimento". 

Fernando Girão que foi, na última semana, indigitado como candidato do PS à câmara municipal de Vila Nova de Foz Côa nas próximas eleições autárquicas.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados