RCB/TuneIn
Segunda, 08 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
IMAGEM DO DIA
Rádio Cova da Beira
A foto retrata a forma como a maioria ouviu a intervenção de João Esgalhado esta manhã na reunião pública do executivo covilhanense. O vereador da maioria, agora sem funções executivas, acusou Carlos Pinto de praticar um modelo de gestão próximo do despotismo.
Por Paula Brito em 14 de Dec de 2012

Outras da categoria:

João Esgalhado manifestou o seu “repúdio, pela forma como o site institucional do município da Covilhã foi utilizado para uma campanha de ataque pessoal que o senhor me fez o que vinca o seu carácter e a convicção que o senhor tem que a câmara é o presidente”.

Crítico em relação à postura de Carlos Pinto, João Esgalhado diz que o presidente da câmara “não tolera ser contraditado, exerce o poder de forma autoritária e arbitrária” e a sua gestão está cada vez mais próxima do “despotismo”. 

Carlos Pinto, deixou claro “olhos nos olhos”, o tipo de relacionamento que terá daqui para a frente com o vereador João Esgalhado “quero dizer-lhe que, porque acho que não devia estar aqui, que não lhe responderei a nenhuma questão, hoje e no futuro, fica a saber qual é o nosso tipo de relação”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados