RCB/TuneIn
Quarta, 23 Set 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
ALCAINS 1 OLEIROS 0 QUINZINHO EVITA LOTARIA DAS GRANDES PENALIDADES
Ao marcar no 3? minuto de compensa??o, o jovem canarinho acabou por levar a sua equipa para as meias-finais da Ta?a de Honra, evitando assim a lotaria dos penalty?s. A vit?ria alcainense foi justa e bastante valorizada pelos comandados de Jos? Ramalho. Na primeira metade da partida o equil?brio foi dominante, mas na segunda parte os da casa foram mais fortes acabando por justificar o triunfo.
Por João Perquilhas em 18 de Jan de 2009

Há muito que não víamos, a nível distrital, um jogo tão bem disputado, durante a primeira parte, entenda-se!

Os donos do terreno cedo quiseram ganhar ascendente, mas depressa se viu que a turma oleirense não o iria permitir, mostrava até que vinha ali para seguir em frente na taça. Claro está que quem saiu a ganhar foi o espectáculo.

Bruno Vieira deu o mote à passagem do décimo minuto, quando fugiu pela direita e cruzou para Manoel desperdiçar incrivelmente, mas imediatamente a seguir, Zé Bernardo com um remate forte e colocado, obrigou Beirão a defesa apertada. Khonné aos 18`chegava ligeiramente atrasado a um pontapé de canto apontado por Esquiva e 4 minutos depois também Ludovico perdeu ângulo de remate após boa solicitação de Norberto, pelo que o lance se perdeu.

Pelo descrito percebe-se bem o tipo de jogo a que assistíamos. Jogo muito disputado, de parada e resposta, com o golo a poder acontecer em qualquer das balizas.

Em cima da meia hora um livre indirecto dentro da área do Oleiros, por pé em riste de um defesa forasteiro, dava possibilidades ao Alcains de se adiantar no marcador, mas o remate desferido por Bruno Vieira foi bem anulado pelo guardião oleirense. Pouco depois o golo voltou a rondar a baliza de Carlos, mas nem Manoel nem Bruno Vieira conseguiram o desvio fatal.

E de novo a resposta surgiu de pronto; Zé Bernardo ganhou um pontapé de canto que João André acabou por desperdiçar, cabeceando rentinho ao poste direito da baliza de Beirão. A rapidez com que a bola circulava proporcionava-nos assistir a um excelente desafio, e numa rápida transição defesa/ataque, a equipa de Andriaça acabou por ter a grande oportunidade de se adiantar no marcador. Bruno Vieira bem lançado por Tiago Paulo galgou pela direita, entrou na área e aí foi atingido pelo carrinho do capitão Carlitos. Penalty sem margem para dúvidas, que no entanto Bruno Vieira desperdiçou, rematando denunciado para defesa atenta de Carlos, que assim levava o nulo para o intervalo.

A segunda metade foi diferente. O Oleiros ter-se-á ressentido fisicamente do enorme esforço dos primeiros 45 minutos, deu a iniciativa atacante ao Alcains, recuava as suas linhas e espreitava o contra-ataque. O jogo perdeu emoção, velocidade e oportunidades de golo.

 Ainda assim, registo para uma grande perdida dos donos do terreno. Manoel à passagem do minuto 63 esgueirou-se pela esquerda, ganhou a linha e cruzou tenso para Ricardo Costa na passada, rematar à base do poste direito da baliza do Oleiros. A resposta visitante era já ténue, com o contra-golpe a não surgir muito por culpa da bem escalonada defensiva canarinha, e o prélio entrava no período de compensações com a marcação de grandes penalidades para decidir quem passava às meias-finais no horizonte, quando o oportuno Quinzinho (90+3`) apareceu a finalizar certeiro um canto batido por Bruno Vieira, perante o desespero do Oleiros. Não havia muito tempo para reagir, e mais difícil ficou para os pupilos de José Ramalho que ao 5º minuto de compensação viu Cássio ser exageradamente expulso pelo árbitro da partida.

O Alcains é um justo vencedor e a consequente passagem às meias-finais foi conseguida perante a única equipa que, até agora, roubou pontos para o campeonato em pleno Trigueiros de Aragão.

A arbitragem de Márcio Lopes fica manchada pelo excesso de zelo na expulsão de Cássio. Certo que o atleta fez falta dura sobre Esquiva, mas o lance ocorrido a meio campo junto à linha lateral, era para amarelo e nunca para vermelho. Não havia necessidade …


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados